segunda, 16 de julho de 2018

FIM DA INTERDIÇÃO

Funced quer reformar o Douradão

14 OUT 2010Por Fábio Dorta/Dourados20h:35

A Fundação Cultural e de Esportes de Dourados (Funced) e a Secretaria Municipal de Obras vão fazer um levantamento da situação do Estádio Douradão para ser encaminhado ao Governo do Estado. O objetivo é conseguir recursos para reformar a praça esportiva que está interdita para jogos oficiais pelo Ministério Público Estadual (MPE).

Por causa dos problemas na rede elétrica e hidráulica e até mesmo na estrutura da construção, que apresenta rachaduras em vários locais, o estádio não foi liberado este ano pelo MPE e o Sete de Setembro, equipe local, foi obrigado a mandar seus jogos no Estádio Chavinha em Itaporã e no Ninho da Águia em Rio Brilhante.

O secretário municipal de Obras Antonio Nogueira, que tomou posse no cargo na última sexta-feira, informou que irá determinar um levantamento completo da situação do estádio para em seguida encaminhar a documentação ao Governo do Estado. O estádio pertence ao Governo, mas está cedido para a Prefeitura de Dourados em regime de comodato.

O diretor executivo da Funced Antonio Néres da Silva nomeou uma comissão formada por desportistas, empresários, dirigentes de clube e um representante da Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Dourados, para ajudar no trabalho na recuperação do estádio. “Vamos fazer todos os esforços para que o Douradão seja liberado para receber jogos oficiais”, afirmou Néres.

Inaugurado parcialmente em 1987 e concluído na década de 1990 o Douradão é o segundo maior estádio de Mato Grosso do Sul, com capacidade para receber 25 mil torcedores.

Leia Também