Segunda, 18 de Dezembro de 2017

saúde

Fumar 100 cigarros aumenta 30% chance de câncer de mama

12 FEV 2014Por Terra00h:00

Se você fuma de vez em quando e acha que não é o suficiente para causar malefícios à saúde, está enganada. De acordo com um levantamento do Centro de Pesquisa do Câncer Fred Hutchinson, nos Estados Unidos, mulheres que acendem apenas 100 cigarros durante a vida apresentam 30% mais chances de desenvolver câncer de mama. Os dados são do jornal Daily Mail.

Os cientistas analisaram dados de mulheres jovens entre 2004 e 2010. Entre elas, 778 foram diagnosticadas com o câncer de mama do tipo receptor de estrogênio positivo (o mais comum), 182 tinham o tipo triplo-negativo (menos comum e mais agressivo) e 938 não apresentavam a doença.

As fumantes atuais ou recentes, que haviam fumado por pelo menos 15 anos, tinham cerca de 50% mais chances de desenvolver o câncer do tipo receptor de estrogênio positivo em comparação com as que fumaram por menos anos. E as que relataram fumar ao menos um maço por dia por 10 anos eram 60% mais propensas a ter esse tipo de câncer em comparação com quem fumava menos. Quando os pesquisadores analisaram cada tipo de câncer de mama separadamente, não havia nenhuma ligação entre tabagismo e o tipo triplo-negativo.

Acredita-se que algumas das substâncias encontradas no cigarro atuem como o hormônio estrogênio, que promove o crescimento do câncer.

Leia Também