Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Frigorífico nega interesse na compra do grupo Frialto

28 MAI 10 - 06h:25
Cícero Faria, Dourados

O diretor de Sustentabilidade do Grupo Marfrig, Ocimar Villela, negou o interesse na compra do Grupo Frialto, com sede em Sinop (MT),  que entrou na segunda-feira com pedido de recuperação judicial. A empresa possui uma unidade frigorífica de bovinos no município de Iguatemi.
Segundo explicou Villela à imprensa,  a diretoria do Marfrig esteve reunida para avaliar os rumores publicados nos meios de comunicação nos últimos dias, mas afirmou que não há nem negociações nem interesse na aquisição das oito unidades pertencentes ao Frialto.

“Posso garantir que não existe nenhuma intenção de adquirir, nem mesmo negociações entre os grupos”, frisou o diretor.
Mas o Marfrig poderia conhecer a proposta do Frialto, que pode vender ativos para tentar superar a sua crise financeira. O Frialto recorreu à Justiça para tentar superar seus problemas de capital de giro e falta de crédito bancário.

No seu frigorífico em Iguatemi, eram abatidas e processadas 600 cabeças de bovinos por dia e  desossadas 2.000 peças diárias. O Marfrig tem unidades frigoríficas em Bataguassu, Porto Murtinho e Paranaíba, abatendo bovinos, e a Seara (suínos) em Dourados.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

PSG confirma lesão muscular e Neymar vira desfalque por um mês
ATACANTE

PSG confirma lesão muscular e Neymar vira desfalque por um mês

CAUSOU POLÊMICA

Patricia Abravanel diz que marido tem de perdoar traição se houver arrependimento

ESPORTES

Brasil é ouro em mundiais de Ginástica Artística e Boxe

Arthur Nory e Bia Ferreira conquistam medalhas importantes
Na volta do feriado, acidente mata "Baiano", empresário da Capital

Na volta do feriado, acidente mata "Baiano", empresário da Capital

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião