segunda, 16 de julho de 2018

AGRONEGÓCIO

Frente vai brigar pelo fim da dívida agrícola

8 NOV 2010Por Da Redação13h:31

De acordo com o deputado Moreira Mendes (PPS-RO), presidente da Frente da Agropecuária da Câmara o tema central a ser debatido com o Governo federal na próxima legislatura é o endividamento do setor rural.

Ele também informou à assessoria da Câmara de Deputados que os deputados da Frente vão tentar ao longo do ano abrir um canal de comunicação com o governo de Dilma Rousseff para debater a dívida dos agricultores.

O deputado argumentou que o agronegócio brasileiro responde por 40% do Produto Interno Bruto (PIB) das exportações e, só por isso, já se justifica uma atenção especial ao setor. "Quando aumentamos na qualidade, aumentamos na produtividade", explicou. Atualmente, segundo o deputado, "se produz muito mais, numa área menor, à custa do empobrecimento do produtor. Para ele, o problema da renda "é muito grave", e por isso é um dos temas que fazem parte dos interesses da agenda legislativa da frente para o ano que vem.


Recuperação de renda

Em setembro, a Câmara Temática de Insumos Agropecuários, um órgão consultivo vinculado ao Ministério da Agricultura, concluiu que os anos de 2010 e 2011 serão de recuperação da renda para o produtor rural.

Espera-se aumento de 2% na produção de grãos em relação à última safra, chegando a 152 milhões de toneladas, mas com um crescimento de 8% da receita ao agricultor. O trabalho aponta que, em 2010, a renda total do setor agrícola deve chegar a R$ 174,7 bilhões. Segundo a projeção da câmara setorial, o setor de grãos, sozinho, deve alcançar mais de R$ 78 bilhões

Leia Também