Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

MATO GROSSO DO SUL

Frente parlamentar acompanha audiência sobre reajuste de energia

Frente parlamentar acompanha audiência sobre reajuste de energia
29/03/2011 10:14 - vivianne nunes


Frente parlamentar composta por representantes da bancada foi criada hoje na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul para participar de uma audiência pública na Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) no dia 7 de abril. O objetivo é debater a proposta de reajuste tarifário da Enersul para o ano de 2011. Os parlamentares querem acompanhar me discutir como e qual será o valor aplicado no reajuste. A proposta para a criação da frente foi do deputado Antônio Carlos Arroyo (PR).

No último dia 25, a Enersul encaminhou à Agência, planilha atualizada sobre o cálculo do reajustei tarifário que deverá vigorar a partir do dia 8 de abril. Dados enviados pela distribuidora de energia preveem que a tarifa seja reajustada em 17,56% em Mato Grosso do Sul. Valor um pouco inferior a da primeira planilha apresentada que era de 19,3%.

Segundo a assessoria de imprensa da Enersul o índice caiu por conta da atualização da inflação medida pelo IGPM. O índice é composto de 7,90% do Reajuste Econômico, sendo 4,03% relativos ao aumento de itens não gerenciáveis pela empresa, como energia comprada, encargos setoriais e transporte de energia; e, 3,87% relativos aos itens gerenciáveis, que abrangem operação, manutenção e ampliação do sistema elétrico e do atendimento; 4,47% de componentes financeiros, que incluem os programas oficiais, como subsídios para consumidores de baixa renda, geração renovável, irrigação e programa Luz para Todos que, entre outros; e 5,18% de componentes financeiros que haviam sido incorporados ao reajuste de 2010, contemplando, entre outros itens, a devolução de valores da revisão tarifária de 2003. Vale lembrar que este índice ainda pode mudar.

Felpuda


As definições no que se relaciona aos nomes para a disputa eleitoral vêm ocorrendo aqui e acolá. Pré-candidato que sonha comandar cidade o interior poderá deixar de ver o seu sonho realizado. É que o dito-cujo terá de enfrentar as lembranças de rumoroso caso que se tornou escândalo depois da denúncia de uma servidora. Há quem garanta que é só a campanha começar para a história ser contada capítulo por capítulo. Afe!