Domingo, 17 de Dezembro de 2017

EUA

Freira americana de 84 anos é condenada por invadir usina nuclear

19 FEV 2014Por FOLHA PRESS20h:00

Uma freira americana de 84 anos foi condenada hoje a dois anos e 11 meses de prisão por ter invadido uma usina nuclear em 2012.

Em maio, um juiz federal do Tennessee já havia declarado a freira e mais dois homens culpados de destruir propriedade do governo, causando prejuízo de mais de US$ 1.000.

Michael Walli, 63, e Greg Boertje-Obed, 57, que já têm passagem pela prisão, foram condenados a cinco anos e dois meses.

Os três ativistas invadiram o Complexo de Segurança Y-12 em Oak Ridge, no Tennessee, o principal lugar de processamento e armazenamento de urânio no país.

Antes de serem presos, deixaram mensagens de paz com spray de tinta e até sangue humano nas instalações.

Quando foram flagrados, ofereceram ao segurança comida e começaram a cantar.

"Se toda essa energia e paixão fosse usada para mudar as leis, talvez alguma mudança real já tivesse acontecido hoje", disse a juíza Amul Thapar, segundo o "Washington Post".
A magistrada elogiou os ativistas pela suas consciências e boas obras.
 

Leia Também