Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sábado, 15 de dezembro de 2018

SALTO TRIPLO

França celebra um fenômeno no salto

7 MAR 2011Por ESTADÃO08h:50

Ele tem apenas 21 anos, mas já mostra ser um fenômeno no salto triplo. O francês Teddy Thamgo, filho de camaroneses nascido em Paris, é apontado como o homem que pode, enfim, alcançar o recorde mundial da distância (18,29 m) nas provas ao ar livre, estabelecido há mais de 15 anos pelo britânico Jonathan Edwards. Até porque, nas disputas em pista coberta, não há quem consiga vencê-lo.

Ontem, no último dia do Campeonato Europeu Indoor, Thamgo bateu o recorde mundial que já era dele. Entrou na final como o dono de 17,91 m - obtido dia 20 durante o Campeonato Francês - e, logo no 2.º salto, melhorou a marca em um centímetro. Não bastasse isso, repetiu a dose na 4.ª tentativa. No torneio disputado em casa, fez a festa.

"Não fui tão longe quanto poderia. Queria garantir o resultado pois não iria aceitar uma derrota em casa. Isso prova que eu posso saltar na casa dos 17,90 m sempre que quiser."

As declarações de Thamgo fazem o mundo do atletismo aguardar, com expectativa, a temporada ao ar livre que começa em maio - lembrando que, em agosto, haverá a disputa do Mundial em Daegu, na Coreia do Sul.

E será apenas a terceira temporada internacional de Thamgo entre adultos. No ano passado, foi eleito a revelação do atletismo europeu, após começar 2010 com um resultado incrível: o ouro no Mundial Indoor de Doha, quando bateu o recorde mundial pela primeira vez (17,90 m). Para mostrar que, naquele março, não teve sorte de iniciante, cravou 17,98 m durante a etapa nova-iorquina da Liga de Diamante, disputada em junho, já na temporada ao ar livre. Tornou-se, assim, dono da 3.ª melhor marca da prova na história. / COM AGÊNCIAS




Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também