Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

PREVISÕES PESSIMISTAS

FPM despenca em 35% e aumenta prejuízo dos municípios

25 MAR 11 - 00h:00DA EDAÇÃO

Se não bastasse à crise decorrente dos últimos temporais que atingiram boa parte dos municípios, os prefeitos terão de conviver este mês com outra péssima notícia, já que o FPM (Fundo de Participação dos Municípios) deve fechar março com uma queda de 35% em relação a fevereiro.

De acordo com previsões da STN (Secretaria do Tesouro Nacional), o repasse total do FPM em março fechará em R$ 48.933.622,14, valores inferiores aos transferidos no mês passado, que totalizou – R$ 74.723.571,96.

 O presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), Jocelito Krug (PMDB), avalia como drástico o fechamento do mês, no momento em que os prefeitos dos municípios atingidos pelas chuvas buscam recursos para amenizar a catástrofe que abalou todo Estado.

 Krug lembrou que, como conseqüência disso,  muitos prefeitos decretaram situação de emergência, visando obter verbas federais para arrumar o estrago causado em seus municípios, como a reconstrução de pontes de madeira e recuperação das estradas vicinais, entre outros fatores que estão prejudicando a população.

 

Repassado a cada dez dias do mês, o FPM é composto de 22.5% do IR (Imposto de Renda) e do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados).

 

O primeiro repasse do FPM em março foi de R$ 27.618.984,06, o segundo R$ 3.763.692,48 e o último, a ser transferido para a conta das 78 prefeituras no próximo dia 30, será de R$ 17.550.945,60.  

 

SOCORRO

 

Nesta quarta-feira, Krug esteve em Brasília juntamente com outros prefeitos, em busca de recursos para os municípios. Durante audiência no Ministério da Integração Nacional, obteve a garantia de liberação de R$ 30 milhões, recurso que será repassado para o governo do Estado para recuperação das estradas e pontes estaduais levadas pelas chuvas.

 

A reivindicação dos prefeitos é de que o Ministério garanta o repasse de recursos também para atender as demandas municipais.

 

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Tarcísio, ministro da Infraestrutura, vira queridinho de Jair Bolsonaro

BRASIL

Em resposta a Bolsonaro, Maia diz que presidente é quem agride nas redes sociais

Júri condena dois acusados de atacar judeus em 2005 em Porto Alegre
BRASIL

Júri condena dois acusados de atacar judeus em 2005 em Porto Alegre

BRASIL

Brumadinho: sobe para 212 o número de mortos identificados em tragédia

Mais Lidas