Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

CRATERA

Forte chuva faz aterro ceder e interdita BR-158 em Paranaíba

4 MAR 11 - 11h:43REDAÇÃO COM INFORMAÇÕES DE ZILDO VIERAS

Uma cratera se abriu na BR-158, a 20 quilômetros de Paranaíba (região do Bolsão) com cerca de 100 metros de largura e foi necessária a interdição da via para o tráfego desde as 8h desta sexta-feira. A causa foi a forte chuva registrada desde a madrugada.

O caos tomou conta da região uma vez que é grande volume de circulação de veículos e principalmente carretas escoando grãos da safra. Os motoristas estão sendo orientados pela Polícia Rodoviária Federal a retornar na região próxima ao Posto Raimundo.

Momentos antes de ceder houve ainda alguns motoristas que arriscaram a passagem, no local; várias pessoas se aglomeraram para ver os estragos do enorme desmoronamento que interditou a pista.

Alguma pessoas e muitos passageiros de ônibus viajando para aproveitar o Carnaval e alunos, tiveram de retornar.

No sentido Cassilândia-Paranaíba só há como opção percorrer por estrada de terra pela município de Inocência no perímetro urbano; na saída do cemitério em Cassilândia ou ao estado de Goiás.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Processo seletivo para entrevistador social vai contratar 50 profissionais
ASSISTÊNCIA SOCIAL

Processo seletivo para entrevistador social vai contratar 50 profissionais

Dinheiro do FGTS serve para aliviar dívidas no fim do ano
Pagamento FGTS

Dinheiro do FGTS serve para aliviar dívidas no fim do ano

'Síndrome do idoso' frágil é uma das doenças alegadas pela defesa para tirar Name de presídio
MILÍCIA NA CADEIA

'Síndrome do idoso' frágil é uma das doenças alegadas para tirar Name de presídio

Juiz é alvo de operação do Gaeco contra venda de sentença
CORRUPÇÃO

Juiz é alvo de operação do Gaeco contra venda de sentença

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião