Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

segunda, 18 de fevereiro de 2019 - 17h39min

Fornecimento de gás não vai mudar até 2019

10 ABR 10 - 21h:08

Brasília

 

O contrato de compra e venda de gás que o Brasil mantém com a Bolívia continuará sem alterações até 2019, segundo informação divulgada pelo presidente da Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos (YPFB), a estatal de petróleo, Carlos Villegas. O anúncio, de acordo com a Agência Boliviana de Informação, encerra série de reuniões mantidas em La Paz pelo assessor especial da Presidência da República, Marco Aurélio Garcia, que liderou comitiva brasileira de técnicos do governo e de empresários para avaliar antigos e novos negócios com a Bolívia. Garcia está na capital boliviana desde terça-feira.

De acordo com o presidente da YPFB, não foram feitas modificações expressivas no contrato para fornecimento de gás ao Brasil. O volume do produto e o cálculo do preço continuam os mesmos até 2019. O Brasil recebe, no mínimo, 24 milhões de metros cúbicos de gás boliviano por dia. O volume máximo estabelecido em contrato é de 31 milhões de metros cúbicos.

No final do ano passado, o gás estava sendo vendido a US$ 4,5 por milhão de BTUs, medida inglesa usada para estabelecer o preço do produto. Em março de 2010, o preço era de US$ 5,71. Em abril, o gás está custando US$ 6,01 por milhão de BTUs.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Governo exonera ministro Gustavo Bebianno

Governo exonera ministro Gustavo Bebianno

Acidente em cruzamento tem capotamento e deixa dois feridos
TENTOU DESVIAR

Acidente em cruzamento tem capotamento e deixa dois feridos

Reparos na ponte da Panambi Vera começam esta semana
INTERDIÇÃO CHUVAS

Reparos na ponte da Panambi Vera começam esta semana

PREFEITURA

Atos Oficiais do município de Campo Grande 18/02/2019

Mais Lidas