quarta, 18 de julho de 2018

Forma de guardar a roupa influencia no tipo de closet

8 OUT 2010Por 04h:00

Para definir o tamanho ideal do closet e a quantidade de prateleiras, gavetas, portas e nichos que ele vai ter, é fundamental que o usuário saiba exatamente o que vai ser guardado nesse espaço. “É preciso saber a quantidade de roupas, sapatos, botas e acessórios que a pessoa tem e pretende guardar no closet”, ressalta a arquiteta Cris Negreira.
Até a forma de acomodar as roupas influencia no tamanho e nos tipos de divisórias do closet. “Se a preferência é por guardar as camisas e camisetas em cabides, o espaço do cabideiro é maior. Já quem prefere guardar as peças dobradas umas sobre as outras vai precisar de mais prateleiras estreitas para que as pilhas de roupas não fiquem muito altas e despenquem”, diz.
As gavetas também podem ajudar na organização e na funcionalidade do closet. “Se a pessoa gosta de visualizar as peças para não bagunçar o armário, pode usar gavetas com frente transparente e deixar o closet sem portas, o que também ajuda a ventilar o espaço”, explica a profissional.
O closet deve, ainda, ter um espaço reservado para armazenar os calçados e para as malas. “Os calçados devem ficar preferencialmente na parte de baixo do armário ou em uma sapateira separada e as malas e caixas ficam na parte cima”, orienta ela.
Os hábitos de consumo e as preferências do dono também influenciam na forma de usar o closet. “É preciso saber se a pessoa costuma comprar muitas coisas e se precisa de espaço extra de armazenamento no closet. Essa rotatividade de peças que passam pelo closet é importante ser bem conhecida para que o espaço seja adequado à quantidade de peças”, orienta o arquiteto Ricardo Ciaco.
Quando o espaço é reduzido, é preciso aproveitar cada espaço. “O closet foi feito sob medida e como o espaço não era muito grande, foi necessário aproveitar cada centímetro”, afirma a arquiteta Cris Negreira sobre um projeto dela. “Foi escolhido um closet sem portas para propiciar uma visualização rápida das roupas e facilitar o acesso a elas, pensando no tempo escasso que a dona da casa, uma empresária, tem pela manhã para se arrumar para o trabalho.” O local tem uma bancada para colocar assessórios, joias e roupas íntimas em gavetas com visor de vidro. (ET)

Leia Também