Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

REAÇÃO

Forças de segurança da Síria disparam contra manifestantes

22 ABR 2011Por ESTADÃO11h:55

Forças de segurança sírias dispararam com armas de fogo e gás lacrimogêneo contra multidões que protestavam em diversas partes do país nesta sexta-feira, 22. Segundo testemunhas, pelo menos cinco pessoas ficaram feridas.

Foram reportados disparos na periferia de Damasco e na cidade central de Homs. Os manifestantes gritavam pela saída do regime atual, a mesma reivindicação ocorrida no Egito e Túnis.

Não foi possível confirmar as versões porque a Síria expulsou muitos jornalistas e restringiu o acesso aos locais onde ocorrem os distúrbios. As testemunhas disseram sob condição de anonimato, por medo de represálias.

As autoridades haviam instalado retenções próximas a Damasco e fortalecido as medidas de segurança em antecipação a uma série de protestos que, segundo alguns ativistas, seriam os maiores até agora contra o governo do presidente Bashar Assad.

Os distúrbios quase diários suscitados há quase um mês parecem configurar uma ameaça majoritária aos 40 anos de governo da primeira dinastia dos Assad na Síria.

O presidente Assad tentou aplacar os protestos ao combinar ataques violentos contra os manifestantes com uma série de concessões, a mais recente das quais revogava as leis de emergência que concedia às autoridades poderes quase ilimitados à vigilância e prisão de dissidentes.

Leia Também