Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Força-tarefa inicia buscas por homens desaparecidos no Amazonas

Força-tarefa inicia buscas por homens desaparecidos no Amazonas
28/12/2013 16:00 - AGÊNCIA BRASIL


A Polícia Federal, a Força Nacional e a Polícia Militar do Amazonas iniciaram na manhã de hoje (28) as buscas na reserva indígena da etnia Tenharim, em Humaitá (AM), por três homens que estão desaparecidos desde o último dia 16. Segundo a Polícia Federal em Rondônia, cerca de 150 homens participam da operação.

As forças de segurança já atuam no local para evitar conflitos entre índios e moradores da cidade, que acusam os indígenas de terem sequestrado os homens, em represália à morte de um cacique da etnia Tenharim. A PF de Rondônia instaurou inquérito para apurar o desaparecimento das três pessoas.

“Houve retaliação da população por causa do sumiço das três pessoas, alguns atos de vandalismo, mas com o envio das forças federais a situação na cidade está controlada. Esses problemas estão sob controle”, explicou o agente da PF de Rondônia Mário de Azevedo Marcondes Filho à Agência Brasil. Os três desaparecidos foram vistos pela última vez de carro, no km 85 da BR-230 (a Transamazônica), no sul do Amazonas.

Na última quarta-feira (25), manifestantes incendiaram o prédio da Fundação Nacional do Índio (Funai), em Humaitá, destruindo também veículos e barcos oficiais. A entidade divulgou nota condenando os atos, classificados como vandalismo contra o patrimônio público. E se colocou à disposição para colaborar com as autoridades nas apurações e no acompanhamento do diálogo com os indígenas. 

Felpuda


Mensagens trocadas por aí mostram que deverá “virar moda” políticos anunciarem que testaram positivo para a Covid-19. E sem medo de dizer que isso é porque o presidente Jair Bolsonaro anunciou ter sido infectado, e aí essa tchurminha estaria interessada também em ganhar holofotes. Porém, ressaltam que, como não se pode duvidar de coisa séria, o jeito é desejar “restabelecimento”. E não deixam de lembrar que o risco é a população descobrir que não fazem a menor falta. Essa gente...