Campo Grande - MS, sexta, 17 de agosto de 2018

PARANHOS

Força-tarefa impede a colheita de 114 toneladas de maconha

25 MAI 2011Por EDILSON JOSÉ ALVES/PONTA PORÃ09h:36

A força-tarefa que vem sendo desenvolvida pelos agentes da Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai (Senad) e da Polícia Federal do Brasil, conseguiu erradicar 12 lavouras de maconha que poderiam render 114 toneladas da drogas. Os policiais também apreenderam 26,9 toneladas do mesmo tipo de droga já colhida e picada e que se fosse comercializada poderia render cerca de R$ 2,2 milhões aos traficantes.

Conforme as informações repassadas pela Senad, o levantamento apresentado ainda é preliminar, já que os trabalhos estão sendo desenvolvidos nos últimos cinco dias e que o objetivo é atuar na erradicação de lavouras de maconha na fronteira com o Brasil. As ações estão concentradas na região de Ypehú, cidade paraguaia que faz fronteira seca com Paranhos, no sul de Mato Grosso do Sul.

As lavouras foram localizadas nas colônias rurais denominadas de Ñandu Rokái, Ka´aguy Porâ, Itanará e Ygatimi. Foram erradicados 38 hectares de maconha distribuídos em 12 lavouras que estavam em ponto de colheita. Nos acampamentos montados pelos traficantes no meio das matas, os policiais apreenderam 26,9 toneladas de maconha picada e que seria prensada em tabletes.

Os policiais também encontraram e destruíram no meio das áreas de preservação ambiental um total de 17 acampamentos, dez prensas e 845 g de sementes de maconha. Duas motocicletas utilizadas pelos traficantes foram apreendidas. Todo o material apreendido foi estimado pelas autoridades paraguaias em cerca de R$ 2,2 milhões.
 

Leia Também