Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Força de vontade é o diferencial

26 JAN 10 - 06h:59
Segundo a pedagoga Heda Corrêa Veloso, profissional de uma escola que oferece a EJA – Educação para Jovens e Adultos (leia box) não há faixa etária que comprometa o aprendizado. “O que mais interfere na vida escolar da pessoa não é a sua idade, mas a vontade dela em aprender”, compara. “Muitas pessoas que chegam aqui, são jovens, mas não têm propósito de aprender, não se dedicam. Ao passo que temos alunos mais velhos que aproveitam muito bem o curso, passam nas provas com mais facilidade até”, descreve. Além da capacidade cognitiva depender da vontade de cada um, uma vantagem que só os mais velhos têm são os conhecimentos práticos adquiridos ao longo da vida. Ao se sentar no banco da escola, este público vai descobrindo teorias para o que, na prática, ele já conhece. “Isso facilita o aprendizado dos mais velhos porque eles estabelecem vínculos entre teoria e as experiências da vida. Assim, o conteúdo é mais facilmente assimilado”, explica. (MR)
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Confira o seu astral para esta quarta-feira
OSCAR QUIROGA

Confira o seu astral para esta quarta-feira

CORREIO DO ESTADO

Confira o editorial desta quarta-feira: "A retomada da esperança"

ARTIGO

J.Bandeira: "O que Lula está tentando fazer a gente engolir"

Economista e bacharel em Direito
OPINIÃO

Ângelo Rabelo: "O fogo nosso de cada dia"

Coronel da reserva da Polícia Militar, fundador do Instituto Homem Pantaneiro

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião