Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

sexta, 22 de fevereiro de 2019 - 13h29min

Fora da Olimpíada, gêmeas do nado chegam a Londres e criticam critério

28 JUL 12 - 18h:00TERRA

Bia e Branca Feres, as gêmeas brasileiras do nado sincronizado, não disputarão a Olimpíada de 2012, em Londres. Mesmo assim, desembarcaram neste sábado na capital inglesa, onde trabalharão na divulgação de produtos e atletas de uma fabricante alemã de material esportivo. No Aeroporto de Heathrow, as duas chegaram sem muito alarde, mas criticando os critérios da classificação olímpica e assegurando: ainda pensam em disputar a Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro.

Ex-integrantes do time que disputa a modalidade por equipes, e que ficou fora da Olimpíada de 2012, as duas viram a classificação de somente oito equipes, tendo uma de cada continente e ainda a anfitriã, como injusta. Segundo elas, seria necessário haver mais vagas, de forma a contemplar outros países que acabam ficando fora em detrimento de outros continentes. 

"O que acaba acontecendo é que a Olimpíada é a competição mais fraca do nado sincronizado. Toda final de nado sincronizado tem 12 países; na Olimpíada tem oito, e não são os oito melhores. Tem que ir um de cada continente. A Austrália não é forte no nado, o Egito vai representando a África. Vários países bons ficam fora. Não é justo", desabafou Branca.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

CONFLITO

Militares venezuelanos abrem fogo contra opositores perto da fronteira com o Brasil

O ditador Nicolás Maduro ordenou o bloqueio da fronteira entre os dois países
Khloé Kardashian se manifesta publicamente pela 1ª vez após traição
REDE SOCIAL

Khloé Kardashian se manifesta publicamente pela 1ª vez após traição

Fernanda Montenegro recebe alta em hospital no Rio
ATRIZ

Fernanda Montenegro recebe alta em hospital no Rio

Alunos excluídos da UFMS conseguem frequentar as aulas
APÓS LIMINAR

Alunos excluídos da UFMS
conseguem frequentar as aulas

Mais Lidas