Sexta, 23 de Fevereiro de 2018

BRASILEIRÃO

Fluminense empata e perde liderança

14 NOV 2010Por GAZETA ESPORTIVA18h:16

Mesmo diante de mais de trinta mil torcedores o Fluminense não conseguiu fazer a lição de casa e não passou de um empate por 1 a 1 com o Goiás na tarde deste domingo, no Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ), em confronto válido pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado foi muito ruim para o Tricolor, que teve seu gol anotado por Conca, cobrando pênalti. Pagando por um mau primeiro tempo, o time carioca chegou apenas aos 62 pontos, um a menos que o Corinthians, o novo líder. O empate também não foi de grande utilidade para os goianos, que marcaram com Rafael Moura, mas que seguem na zona de rebaixamento, agora com 32 pontos.

A partida começou com um clima de nervosismo, pela necessidade de vitória das duas equipes. Mais pressionado pelo triunfo do Corinthians sobre o Cruzeiro, na véspera, e pelo fato de jogar em casa, o Fluminense errava muitos passes e tinha dificuldades para penetrar na bem fechada defesa visitante. Já o Goiás, tentava tirar proveito desse nervosismo para procurar espaços no setor defensivo do Tricolor.

Em um dos erros de passe do Fluminense, aos 19 minutos, o Goiás se aproveitou para abrir o marcador. Carlinhos saiu jogando de maneira equivocada e colocou a bola nos pés de Marcelo Costa. O meia lançou pelo lado direito Jones, que cruzou para a cabeçada perfeita de Rafael Moura, que deslocou o goleiro Ricardo Berna.

O lance deixou o Fluminense muito mais nervoso e o time carioca então passou a abusar de jogadas individuais. Em uma delas, aos 23 minutos, por muito pouco Deco não conseguiu empatar. O brasileiro naturalizado português se livrou de três marcadores e arriscou de fora da área, fazendo a bola passar à direita do goleiro Harlei.

Nos minutos finais do primeiro tempo o Fluminense passou a ocupar todo o campo do Goiás, mas mesmo assim não conseguiu criar boas jogadas. Teve duas chances, porém, antes de o confronto ir para o intervalo. Aos 39 minutos, Conca se aproveitou de uma indecisão de Carlos Alberto e deu um toquinho na bola, forçando grande defesa de Harlei. O goleiro goiano ainda defenderia, aos 44 minutos, um chute de Fred, no único lance em que o artilheiro tricolor foi notado na primeira etapa.

O Fluminense voltou para o segundo tempo com Diguinho e Washington nas vagas de Deco e Tartá, respectivamente. As mudanças do técnico Muricy Ramalho surtiram efeito e o Tricolor passou a jogar de maneira muito mais eficiente. Tanto que acuou o Goiás em seu campo, criando grandes oportunidades. Em menos de dois minutos o goleiro Harlei levou dois sustos. Primeiro em um chute de Carlinhos, que o arqueiro defendeu, e depois em uma cabeçada de Conca, sobre o travessão.

Até mesmo o então pouco notado Fred começou a dar o ar da graça. Aos sete minutos ele cabeceou para fora um cruzamento de Mariano. Dois minutos depois, em outra assistência do lateral direito, Fred, de primeira, chutou sobre o gol.

O Goiás, assustado, seguia sem conseguir sair para o ataque. Melhor para o Fluminense, que insistia na pressão. Aos 13 minutos, Harlei fez grande defesa, com os pés, após chute de Conca. Já aos 24 minutos, Washington recebeu na área, se livrou de dois marcadores, mas chutou sobre o travessão. Três minutos depois o Coração Valente, de peito, escorou para fora, após passe de bicicleta de Fred. O próprio Fred, aos 29, desperdiçou boa chance, após cabecear sobre o gol um cruzamento de Mariano.

De tanto insistir o Fluminense chegou ao empate aos 38 minutos. Rodriguinho recebeu na área e foi empurrado por Ernando. O árbitro Carlos Eugênio Simon corretamente marcou o pênalti, convertido por Conca.

O Fluminense então se lançou desesperadamente em busca do segundo gol, mas insistia nas jogadas aéreas, facilmente neutralizadas pelos visitantes. Além disso, dava espaços para os contra-ataques do Goiás, que por muito pouco não marcou aos 46. Rafael Moura acionou Felipe que, na grande área, chutou sobre o gol, desperdiçando a chance de mudar o marcador.

As duas equipes voltam a campo no próximo domingo. O Fluminense encara o São Paulo, às 17h(de Brasília), no Morumbi, em São Paulo (SP). Um pouco mais tarde, às 19h30(de Brasília), o Goiás recebe o Santos na Vila Belmiro, em Santos (SP).

Leia Também