Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

DIFÍCIL

Flu perde para o Nacional e fica em situação crítica

6 ABR 2011Por TERRA23h:17

Depois do heróico resultado contra o América do México na última rodada, o Fluminense voltou a ver a classificação às oitavas de final ficar complicada. Em partida realizada no Estádio Centenário, o Nacional-URU venceu por 2 a 0, em jogo válido pela quinta rodada do Grupo 3 da Copa Libertadores.

O atacante Sebastian Garcia marcou os dois gols da partida no segundo tempo. Primeiro aos 5min, após encobrir o goleiro Ricardo Berna com uma cabeçada. O segundo aconteceu aos 20min. O atleta recebeu passe nas costas da zaga e finalizou na saída do arqueiro do Fluminense.

Com o resultado, o time carioca voltou a lanterna do Grupo 3 com cinco pontos. Já o Nacional, se igualou ao Argentinos Juniors com sete pontos na liderança. O time argentina enfrenta logo mais o América, no México.

Apesar do resultado, a situação da chave só será decidida na última rodada, que será disputada no dia 20 de abril. Precisando da vitória, o Fluminense visita o Argentinos Juniors em Buenos Aires. Já o praticamente eliminado Nacional encara o América do México, novamente no Estádio Centenário.

Primeiro tempo truncado

O Nacional anunciou como seria a partida para o Fluminense logo aos 25min, quando Conca recebeu uma pancada no meio-campo. Precisando da vitória, a equipe carioca tomou a iniciativa e teve as melhores chances de abrir o marcador no Estádio Centenário. Aos 4min, Fred saiu da referência, recebeu passe no meio e fez ótimo passe para Souza. O meia saiu na cara de Muñoz, mas chutou em cima do goleiro a grande chance de gol dos primeiros quarenta e cinco minutos.

O time uruguaio tentava aproveitar a saída pelos lados do campo para ameaçar o gol defendido por Ricardo Berna. E foi em um lance pelo lado direito que o Nacional chegou. Aos 8min, Viudez alçou na área, Charquero ganhou de cabeça do marcador, mas desequilibrado, testou para fora.

O jogo continuou truncado no meio-campo e aos poucos o Nacional passou a sair para o ataque, apesar do domínio do Fluminense. Apesar do empate praticamente eliminar a equipe, o time uruguaio tocava a bola para perder tempo, com o intuito de enervar os brasileiros.

Se o jogo no gramado não agradava, principalmente devido as situações complicadas das equipes no Grupo 3, a torcida do Nacional deu um espetáculo nas arquibancadas do Centenário. Com o apoio do estádio lotado, a equipe uruguaia tentava chegar através da bola área. Bem postada, a zaga do Fluminense afastava os lançamentos.

Garcia marca dois e decide partida no segundo tempo

Assim como terminou a primeira etapa, o time uruguaio começou bem o segundo tempo no Estádio Centenário, sempre apostando na bola área. E foi assim que surgiu o gol do Nacional na partida. Homem do cruzamento, o lateral direito Godoy levantou na área e Garcia se esticou para cabecear. A bola encobriu Ricardo Berna e acabou no fundo das redes.

O Nacional desperdiçou boa chance para ampliar aos 8min. Gallardo recebeu passe na linha de fundo pelo lado esquerdo e tocou para trás. Da entrada da área, Cabrera chuta por cima do gol. Para tentar reverter a desvantagem no marcador, o técnico Enderson Moreira sacou o meia Souza, que discutiu com torcedores pelo Twitter, e colocou Deco em campo.

A situação para o Fluminense se complicou de vez no Estádio Centenário aos 21min. Gallardo fez ótimo passe para García nas costas da defesa. O atacante dominou, invadiu a área em velocidade e tocou na saída de Ricardo Berna para fazer seu segundo gol na partida e ampliar a vantagem da equipe uruguaia na partida.

Em lance parecido com o segundo gol, Garcia recebeu lançamento em velocidade, tocou por cima na saída de Ricardo Berna. Praticamente em cima da linha, o zagueiro Gum evitou o que seria o terceiro gol do Nacional no Estádio Centenário. Perdido, o Fluminense tentou partir para cima do adversário, mais sem sucesso.

O Fluminense ainda tentou diminuir a vantagem. Primeiro com Emerson, aos 34min. O atacante recebeu passe no lado direito da área e chutou na rede pelo lado de fora. No último lance da partida, Deco cobrou falta, mas a bola foi para fora, apesar de ter passado com muito perigo. Ainda restou tempo para Gallardo ser expulso após receber o segundo cartão amarelo por cera.

Leia Também