Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

GOLEADA

Flamengo vira sobre Boavista e se torna líder do Carioca

Flamengo vira sobre Boavista e se torna líder do Carioca
05/02/2014 18:24 - Terra


Com um time reserva e atuação inspirada de Alecsandro, o Flamengo derrotou o Boavista por 5 a 2 em Moça Bonita, nesta quarta-feira, e garantiu a liderança do Campeonato Carioca por mais uma rodada – tem 16 pontos.

Alecsandro teve a responsabilidade de substituir o “brocador” Hernane, que fez quatro gols no último domingo contra o Macaé (outra goleada por 5 a 2). E não decepcionou, indo à rede três vezes.

Apesar do placar dilatado, a equipe de Jayme de Almeida teve dificuldades. Tanto que o Boavista surpreendeu e abriu boa vantagem com dois gols na sequência. André Luis bateu cruzado para abrir o placar aos 14min e Thiaguinho Silva aproveitou boa jogada de Gilcimar para ampliar aos 16min.

A reação flamenguista veio ainda na etapa inicial. Aos 25min, Alecsandro desviou cruzamento de Chicão e descontou. Dois minutos depois, Gabriel pegou sobra de escanteio cobrado pelo estreante meia argentino Lucas Mugni e deixou tudo igual.

A etapa complementar seguiu movimentada, mas os rubro-negros aproveitaram muito melhor as chances, sobretudo com Alecsandro. O atacante fez o terceiro aos 10min cobrando pênalti sofrido por Gabriel e, cinco minutos depois, marcou um lindo gol, girando sobre a marcação e batendo colocado. Aos 23min, o lateral Leo, outro estreante, arrancou, bateu rasteiro e definiu o resultado final.

Embalado por duas goleadas seguidas, o líder Flamengo volta a campo no próximo sábado, quando faz clássico contra o Fluminense (que tem só três pontos a menos que os rubro-negros). Já o Boavista, que tem nove e pode perder o sexto lugar no complemento da rodada, recebe o Duque de Caxias no domingo.

Felpuda


Acontecimentos policiais de grande repercussão deverão refletir seriamente na jornada de uns e de outros. Os cortes nos “tentáculos do polvo” os deixaram sem respaldo para enfrentar a maratona que há tempos participam, e com sucesso. Ao mesmo tempo que ficaram sem o aconchego financeiro, afastaram-se do abraço, até então muito amigo, preocupados com o ditado popular que afirma:  “Diga-me com quem andas e eu te direi quem és”.