Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

LANÇAMENTO

Flamengo tem camisa com Taça das Bolinhas

Flamengo tem camisa com Taça das Bolinhas
26/02/2011 17:19 - FOLHA ONLINE


Após ver oficializado pela CBF o título da Copa União de 1987, o Flamengo anunciou o lançamento de uma camisa comemorativa com os dizeres 'Hexa. Eu já sabia' e a imagem da Taça das Bolinhas --que foi entregue ao São Paulo no último dia 14.
A camisa ainda traz na frente e nas costas os anos das conquistas flamenguistas, com destaque para o título de 87 --grafado com fonte maior que os demais.

A peça comemorativa estará a venda no Engenhão, no quiosque de produtos oficiais do Flamengo --no Setor Leste Superior. O preço será de R$ 49,90, segundo nota no site do time da Gávea.

"O Flamengo não poderia deixar uma data tão importante como esta passar em branco. Todo mundo já sabia que éramos hexa, pois ganhamos em campo. Mas o reconhecimento oficial é importante. Fizemos esta camisa para a torcida comemorar. É um momento histórico", afirmou o vice-presidente de Marketing do Flamengo Henrique Brandão ao site do clube.

A edição comemorativa é limitada. Após a venda no Engenhão, a camisa será comercializada em shoppings do Rio de Janeiro --ainda segundo o Flamengo.

Apesar da camisa flamenguista trazer a imagem da Taça das Bolinhas, a peça foi entregue pela CEF (Caixa Econômica Federal) ao São Paulo --que a recebeu em uma cerimônia com as presenças dos goleiros Zetti e Rogério Ceni.

O troféu foi criado em 1975 pela CEF e teria como dono o primeiro clube tricampeão brasileiro consecutivo ou que conquistasse cinco títulos alternados do Nacional. Os dois times têm seis títulos nacionais cada um.

Após a confirmação do título flamenguista de 1987 pela CBF --que considerou o clube carioca e o Sport-PE como os campeões nacionais daquele ano-- o presidente do São Paulo Juvenal Juvêncio afirmou que acatará uma eventual decisão da justiça que o obrigue a entregar o troféu ao Flamengo.
 

Felpuda


Engana-se quem acha que diminuiu a voracidade de ter fatia de cobiçado bolo por parte de “quem manda”. O recuo realmente houve, mas só por enquanto e por uma questão de estratégia, até porque, nas primeiras investidas, as portas não se abriram. E continuam fechadas. Mas quem conhece bem a dita figurinha aposta que ela não desistirá até encontrar, digamos,  um “chaveiro amigo”. Essa gente não sossega nem diante da pandemia... Afe!