ESPORTES

Flamengo enfrenta Olaria em busca de vaga na semifinal

Flamengo enfrenta Olaria em busca de vaga na semifinal
03/02/2010 07:49 -


Líder isolado do grupo A com 15 pontos ganhos, o Flamengo enfrenta o Olaria hoje, às 20h50min (MS), no Maracanã, buscando mais uma vitória que lhe garanta a classificação para as semifinais da Taça Guanabara, que equivale ao primeiro turno do Campeonato Carioca. O time rubro-negro que tem 100% de aproveitamento na competição, pretende manter o ritmo até o final da fase de classificação para garantir o primeiro lugar da chave. O Olaria, que soma dez pontos, mantém a esperança de se classificar para a próxima fase como segundo do grupo. Uma vitória sobre o Flamengo permitiria que a equipe da Rua Bariri tomasse o lugar do Fluminense que só joga nesta quinta-feira. A vitória de virada sobre o Fluminense no clássico do último domingo aumentou a confiança dos rubro-negros. Nem o episódio que causou o afastamento do meia Petkovic foi capaz de abalar o grupo que se confessa cada vez mais motivado. O técnico Andrade não poderá contar com o zagueiro Álvaro, expulso no último jogo, mas terá o retorno do lateral-direito Leonardo Moura que cumpriu suspensão. Para o lugar de Petkovic, afastado pela diretoria, Vinicius Pacheco está bem cotado para começar jogando. David entra na zaga ao lado de Ronaldo Angelim. No Olaria, o técnico Dé vai poder contar com o volante David e o atacante Cacá que cumpriram suspensão na derrota para o Boavista. O treinador disse que respeita muito o potencial da equipe rubro-negra, mas se o Olaria tem ambições de chegar às semifinais da Taça Guanabara vai ter que ser ousado, mesmo sem abrir mão dos cuidados defensivos. Os demais jogos da rodada são: Bangu x Americano, Duque x Volta Redonda, e Tigres x Macaé.
smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".