Campo Grande - MS, domingo, 19 de agosto de 2018

futebol

Flamengo bate Duque de Caxias e alivia pressão

2 ABR 2011Por terra19h:38

Pressionado após três tropeços seguidos e o início das cobranças da torcida, o Flamengo teve trabalho, mas bateu o Duque de Caxias por 2 a 0 neste sábado, no Engenhão, aliviando o clima na Gávea. De quebra, o time rubro-negro assumiu provisoriamente a ponta do Grupo 1 da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca.

O Flamengo dominou amplamente o confronto, mas pecou nas finalizações e ouviu vaias em alguns momentos da partida. Os comandados de Vanderlei Luxemburgo, criticado desde que vetou o retorno de Adriano ao clube, só conseguiram a vitória graças a Renato Abreu, que abriu o placar aos 28min do segundo tempo com um golaço e cruzou para Hamilton marcar contra aos 44min.

O resultado faz a equipe pular do quarto para o primeiro lugar da chave, com 12 pontos. No entanto, Americano e Vasco entram em campo apenas no complemento da rodada, neste domingo, e podem retomar as duas primeiras posições, que garantem vaga nas semifinais do segundo turno.

O jogo:

Em momento turbulento, o Flamengo partiu para cima do Duque de Caxias, que adotou postura defensiva e marcou bem, e pressionou na maior parte do primeiro tempo, com Ronaldinho e Thiago Neves mostrando boa movimentação. Em tabela da dupla, o time rubro-negro criou a primeira chance aos 4min - Ronaldinho por pouco não alcançou a bola na hora da finalização.

A melhor chance da primeira etapa também saiu dos pés do meia-atacante, aos 18min. Ronaldinho acertou a bola na barreira, Fernando correu para evitar escanteio e a bola parou nos pés de Wanderley. O goleiro do Duque de Caxias, então, se redimiu, defendendo o chute do atacante e de Rodrigo Alvim na sequência. Do outro lado, o time da Baixada mostrava pouca inspiração ofensiva e só assustava com o experiente Somália, que fez jogadas de efeito para cima da defesa-rubro-negra.

Desta forma, o Flamengo seguiu tomando mais iniciativa e criou boas chances de abrir o placar. Aos 23min, Ronaldinho aproveitou sobra após confusão na área e errou o alvo por pouco. Cinco minutos depois, ele acionou Thiago Neves, que chutou na rede pelo lado de fora. Na sequência, Wanderley parou no goleiro Fernando e a defesa do Duque de Caxias quase fez contra após escanteio cobrado por Ronaldinho.

O gol não saiu, e a paciência da torcida foi se esgotando. Parte da torcida vaiou o time no intervalo e pegou no pé de alguns jogadores, como Rodrigo Alvim e o próprio Wanderley, ainda durante a etapa inicial. Luxemburgo, então, decidiu trocar o xará por Deivid na volta para o segundo tempo. O panorama seguiu o mesmo na etapa final, com o Duque de Caxias recuado e o Flamengo mandando no jogo. Mas, na medida em que o tempo passava e o zero persistia no placar, a equipe mostrava nervosismo.

Em um e seus primeiros lances, Deivid falhou ao tentar afastar a bola e Gilcimar, que também entrou no intervalo aproveitou e chutou rasteiro. Felipe, até então mero espectador da partida, fez boa defesa. A partir daí, o Flamengo encurralou o rival. O centroavante voltou a irritar a torcida ao chutar em cima do goleiro da pequena área aos 5min. Thiago Neves e Deivid, de novo, perderam outras boas oportunidades.

Na mira da torcida, Luxemburgo mandou o time para o ataque, trocando Rodrigo Alvim, que foi bastante hostilizado, por Diego Maurício. Mas o suspiro só viria aos 28min. Renato Abreu ajeitou, chutou de longe com efeito e marcou um golaço, acertando o ângulo de Fernando. A torcida, enfim, fez a festa.

Em desvantagem, o Duque de Caxias passou a se arriscar mais nos 15 minutos finais e deu espaços para contra-ataques. A cada arrancada de Ronaldinho, que se mostrou muito bem fisicamente, a torcida gritava. Mas foi Renato quem decidiu de novo. Ele arriscou cruzamento na área da esquerda e viu Hamilton desviar para as próprias redes aos 44min.

Invicto na temporada, o Flamengo agora parte para um período de treinamentos em Atibaia, interior paulista. No próximo dia 10, domingo, a equipe de Luxemburgo encara o Botafogo no clássico da sétima rodada da Taça Rio. Já o Duque de Caxias, quarto colocado do Grupo 2, com oito pontos, recebe o Resende.

Duque de Caxias 0 x 2 Flamengo

Gols

Flamengo:
Renato, aos 28min, e Hamilton (contra), aos 44min do segundo tempo

Duque de Caxias: Fernando; Ari, Vitor, Genílson (Lucão) e Hamilton; Jougle, Juninho, Lenílson e John (Gilcimar); Geovane Maranhão (Gerônimo) e Somália. Técnico: Waldemar Lemos

Flamengo: Felipe; Leonardo Moura, Welinton, David e Rodrigo Alvim (Diego Maurício); Maldonado, Willians, Renato Abreu e Thiago Neves (Fierro); Ronaldinho e Wanderley (Deivid). Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Cartões amarelos
Duque de Caxias: Vitor, Juninho, Lenílson
Flamengo: Willians

Árbitro
Lenilton Gomes Júnior

Local
Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)


 

Leia Também