Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ESPORTES

Fla enfrenta a Universidad Católica em jogo decisivo

Fla enfrenta a Universidad Católica em jogo decisivo
14/04/2010 23:49 -


Santiago, Chile

Pressionado pela necessidade de uma vitória, o Flamengo visita a Universidad Católica hoje, às 20h50min (MS), no Estádio San Carlos de Apoquindo, em Santiago, no Chile, no complemento da penúltima rodada do Grupo 8 da Copa Libertadores. Depois de ceder empate por 2 a 2 para a Universidad de Chile, na semana passada, o representante brasileiro seguiu na segunda colocação, com sete pontos, e poderá ter a sua classificação ameaçada em caso de tropeço.

A tarefa para os flamenguistas, porém, promete ser muito complicada. A Católica soma três pontos e estará eliminada caso não conquiste a vitória. Portanto, a partida também é uma decisão para os anfitriões. Além disso, os rubro-negros terão que superar o cansaço por conta de uma sequência de decisões. No domingo o time derrotou o Vasco por 2 a 1 pelas semifinais da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, e no próximo fim de semana já tem finalíssima com o Botafogo.

Apesar do claro interesse do Flamengo em vencer esse confronto, o técnico Andrade alertou seus comandados sobre as qualidades da Católica. As duas equipes jogaram no Maracanã na estreia do grupo, com triunfo flamenguista por 2 a 0.

Para este jogo o Flamengo segue sem o atacante Adriano, vetado por conta de dores lombares. O meia Michael, com lesão no músculo adutor da coxa direita, também ficou de fora. Com isso, Vinícius Pacheco será recuado para o meio, com Bruno Mezenga formando dupla de ataque com Vágner Love.
Pelo lado da Universidad Católica, o técnico Marco Antônio Figueroa reconheceu que o Flamengo é o favorito, mas deixou claro que vai fazer de tudo para que o seu time consiga dificultar para os visitantes.

Felpuda


Figurinha começou a respirar aliviada, embora ainda esteja na corda bamba. Isso porque mudou de mãos o processo cuja sentença poderá mandá-la para casa definitivamente. Assim, pela “jurisprudência” com a qual o “analista” é conhecido, pode ser que o resultado seja bastante favorável, permitindo que a então desesperada pessoa continue com o assento em Brasília. Vamos ver!