Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 20 de novembro de 2018

Financiamentos para agricultura somaram R$ 106,4 bilhões na última safra

26 JUL 2012Por AGÊNCIA BRASIL23h:00

Os financiamentos para a agricultura somaram R$ 106,4 bilhões na última safra, entre julho de 2011 e junho de 2012, divulgou hoje (26) o Ministério da Agricultura. O montante é apenas 0,4% maior que na safra anterior, quando foram concedidos R$ 106 bilhões.

Desse total, a agricultura empresarial recebeu R$ 93,5 bilhões e a agricultura familiar R$ 12,9 bilhões. Apesar de o volume total de financiamentos ter ficado praticamente estável, os financiamentos à agricultura familiar cresceram 12,1% de um ano para o outro. O crédito à agricultura empresarial caiu 1% na comparação com a safra 2010/2011.

Segundo o Ministério da Agricultura, a maior parte dos recursos, R$ 72,14 bilhões, foi usada para financiar o custeio e a comercialização da safra. Ao todo, o governo ofereceu R$ 80,24 bilhões nas linhas oficiais de crédito. Para os programas de investimentos, foram desembolsados R$ 21,36 bilhões, de um total de R$ 27 bilhões disponíveis, entre julho de 2011 e junho de 2012.

Entre as linhas de crédito para o custeio e a comercialização, o maior desembolso ocorreu no Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp). Com juros de 6,5% ao ano, o Pronamp concedeu R$ 5,59 bilhões em financiamentos, volume 48,9% maior que na safra anterior.

Entre os financiamentos para investimento, o maior volume de contratações foi registrado nas linhas do Programa de Sustentação do Investimento (PSI), do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Com juros de 5,5% ao ano, o PSI concedeu R$ 6,04 bilhões em financiamentos rurais, 3,4% a mais que na safra anterior.

Outras linhas do BNDES também foram destaque. O Programa de Modernização da Agricultura e Conservação de Recursos Naturais (Moderagro) financiou R$ 512,1 milhões e o Programa de Incentivo à Irrigação e à Armazenagem (Moderinfra) contratou R$ 227,7 milhões. Os dois programas têm juros de 6,75% ao ano.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também