Campo Grande - MS, terça, 14 de agosto de 2018

Festival de Cannes

Filme brasileiro 'Trabalhar Cansa' concorre a prêmio em Cannes

15 ABR 2011Por folha00h:02

O filme "Trabalhar Cansa", primeiro longa dos cineastas paulistas Marco Dutra e Juliana Rojas, está entre os selecionados para a mostra Un Certain Regard (Um Certo Olhar), principal paralela do Festival de Cannes. O filme concorre ainda ao troféu Caméra d'Or, oferecido a diretores estreantes.

Dutra e Rojas já estiveram duas vezes de Cannes com seus curtas-metragens, sempre dirigidos em dupla. Em 2004, com "O Lençol Branco", na mesma Cinéfondation, e em 2007, na Semana da Crítica, com "Um Ramo", eleito o melhor curta pelo júri.

Produzido com R$ 2 milhões, "Trabalhar Cansa" foi gravado em São Paulo, Paulínia e Campinas. O filme conta a história de um casal que decide abrir seu próprio negócio, interpretados por Helena Albergaria e Marat Descartes, também protagonistas de "Um Ramo".

O título do filme se refere a um poema do italiano Cesare Pavese, embora o roteiro não tenha se inspirado no texto.

Neste ano, o filme "Restless", de Gus Van Sant, vai abrir a Un Certain Regard no dia 12 de maio.

No ano passado, o vencedor da Un Certain Regard foi o filme sul-coreano "Hahaha", de Hong Sang-soo. Neste ano, quem preside o júri é o diretor sérvio Emir Kusturica.

Em 2000, o filme "Eu Tu Eles", de Andrucha Waddington, ganhou uma menção especial na categoria.

Veja abaixo a lista completa de filmes que estão na mostra Un Certain Regard.

"The Hunter", de Bakur Bakuradze
"Halt auf Freier Strecke", de Andreas Dresen
"Hors Satan", de Bruno Dumont
"Martha Marcy May Marlene", de Sean Durkin
"Les Neiges du Kilimandjaro", de Robert Guédiguian
"Skoonheid", de Oliver Hermanus
"The Day He Arrives", de Sangsoo Hong
"Bonsái", de Cristián Jiménez
"Tatsumi", de Eric Khoo
"Arirang", de Ki-duk Kim
"Et Maintenant On Va Ou?", de Nadine Labaki
"Loverboy", de Catalin Mitulescu
"Yellow Sea", de Hong-jin Na
"Miss Bala", de Gerardo Naranjo
"Trabalhar Cansa", de Juliana Rojas e Marco Dutra
"L'exercice de L'etat", de Pierre Schoeller
"Toomelah", de Ivan Sen
"Oslo, August 31", de Joachim Trier

Leia Também