Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Filhote de cachorro com 40 gramas pode ser o menor do Reino Unido

Filhote de cachorro com 40 gramas pode ser o menor do Reino Unido
29/08/2012 18:30 - g1


Um filhote de cachorro que nasceu com menos de 40 gramas pode ser considerado o menor do Reino Unido. O cãozinho é uma fêmea, chamada Mini, fruto de um cruzamento das espécies yorkshire terrier e chihuahua.

Quando o bebê é comparado com um iPhone, o telefone parece grande – um modelo 4S, por exemplo, tem 140 gramas. Ao nascer, o animal não pesava mais que um ovo e muitos achavam que ele não sobreviveria. Seus cinco irmãos e sua irmã têm pelo menos o triplo do seu tamanho.

A dona de Mini, Emma Williams, que vive no condado de Dorset, no sudoeste da Inglaterra, tem se dedicado ao filhote com uma alimentação especial para que ele ganhe peso. Além do leite da mãe, Bella, a bebezinha toma uma fórmula de leite a cada duas horas, por meio de um tubo.

Agora, com uma semana de vida, a fêmea está com quase 54 gramas e já pode ficar junto dos irmãos. O peso normal de um cachorro ao nascer é de 127 gramas, podendo chegar até quase 7 quilos na idade adulta.

Atualmente, os irmãos de Mini estão com mais de 125 gramas e ganham quase 30 gramas por dia, enquanto a menorzinha adquire menos de 3 gramas. O veterinário do filhote acha que ele alcançará, no máximo, 1,5 quilo quando adulto.

Como Mini foi a segunda a nascer, a dona diz que achava que o primeiro é que era grande demais. Logo depois do parto, os irmãos começaram a desprezar a pequena. Emma pretende vender a ninhada assim que todos estiverem saudáveis.

Felpuda


Alguns políticos estão se aproveitando deste momento preocupante de pandemia para sugerir projetos oportunistas que, em alguns casos, são de resultados extremamente duvidosos. O mais interessante – para não dizer outra coisa – é que se for analisado o desempenho normal dessas figuras, verifica-se que essa preocupação toda nunca esteve no topo das suas prioridades. Ano eleitoral é assim mesmo. Lamentável!