Campo Grande - MS, segunda, 20 de agosto de 2018

USO DE NOME

Filha de JK desautoriza Kassab

26 MAR 2011Por ESTADÃO00h:00

A filha de Juscelino Kubitschek, Maria Estela Kubitschek Lopes, negou ontem que tenha autorizado o prefeito de São Paulo Gilberto Kassab a utilizar o nome de seu pai (JK) como marca de fundação veiculada à sua nova legenda, o Partido Social Democrático (PSD). Em nota oficial, Maria Estela diz: "O prefeito jamais tratou desse assunto comigo. Se o tivesse feito, eu teria tido a oportunidade de manifestar a minha discordância com o uso do nome e da memória do presidente Juscelino para fins partidários e pessoais".

Kassab informou, anteontem, que havia recebido da filha do ex-presidente a autorização necessária para registrar na internet o domínio www.JK.org.br. "Falei com a filha do Juscelino. Caso tudo dê certo, disse que iríamos consultá-la para ver se a família liberaria a marca. É apenas uma reserva de domínio para uma fundação. A ideia é homenagear o Juscelino dando o nome dele à fundação", disse o prefeito, após almoço da Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil.

De acordo com Maria Estela, a memória de JK "é patrimônio dos brasileiros, está associada às grandes causas nacionais e não pode ser usada para fins menores da política". "Espero que o prefeito volte atrás na sua iniciativa, o que pouparia a família do presidente Juscelino de iniciar uma ação judicial com objetivo de preservar a sua memória impedindo a utilização do seu nome por partidos e pessoas cujas trajetórias políticas não guardam qualquer afinidade com a vida e os ideais de JK", afirmou.

 

Leia Também