Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Filha de Genoino diz que família não pode pagar multa do mensalão: “vão tomar a nossa casa?”

8 JAN 14 - 05h:00r7

A filha do ex-deputado federal e ex-presidente do PT José Genoino, Miruna Genoino, recorreu às redes sociais, para expressar sua preocupação com as condições financeiras da família após Justiça determinar, ontem, o pagamento da multa de R$ 468 mil pela condenação no processo do mensalão.

Por meio do Facebook, Débora Cruz, uma das assessoras de Genoino, reproduziu na última segunda-feira (6) em sua conta na rede social uma declaração de Miruna Genoino.

— Tenho certeza de que todos aqui sabem perfeitamente que eu e minha família não temos como pagar 468 mil reais. A duras, duríssimas penas, estou pagando parcelado um apartamento que vale muito menos do que isso.

A filha de Genoino afirmou também ter medo de que seja necessário entregar a casa onde a família mora em São Paulo à Justiça, a fim de pagar a multa.

— Meus pais moram onde moram, como muitos de vocês também sabem. O carro que meu pai tinha, um logan de 2008, foi vendido para podermos ajustar nossas finanças depois da prisão. O que vão fazer conosco? Vão tomar a nossa casa?

Ontem, a VEP (Vara de Execuções Penais) estipulou o prazo de dez dias para o ex-parlamentar acertar as contas com a Justiça. Além da multa, Ele também foi condenado a uma pena de quatro anos e oito meses de prisão no processo do mensalão.

Genoino cumpre prisão domiciliar temporária até 19 de fevereiro de 2014, por decisão do presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Joaquim Barbosa.

No entanto, Barbosa rejeitou pedido de transferência para São Paulo, e o ex-deputado permanecerá em Brasília até nova avaliação médica.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

ECONOMIA

Pan, BMG e Bradesco lideram ranking de reclamações contra bancos do BC

ECONOMIA

Superintendência do Cade decide arquivar inquérito contra bandeiras de cartões

BRASIL

Quadrilha desviava cartões de crédito remetidos pelos Correios

Estado restaura as MS-164 e MS-384, vias de escoamento e integração da fronteira
TRANSPORTES

Estado restaura as MS-164 e MS-384, vias de escoamento e integração da fronteira

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião