Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

SENADO

Figueiró lamenta morte do ex-senador João Faustino

4 FEV 14 - 00h:00AGÊNCIA SENADO

No primeiro discurso do ano no Senado ontem (03), o senador Ruben Figueiró (PSDB-MS), pediu voto de pesar pela morte do ex-deputado e ex-senador João Faustino (PSDB-RN), ocorrida em janeiro, em decorrência de complicações cardíacas decorrentes de leucemia.

Figueiró lembrou que o político potiguar era graduado em pedagogia e atuou secretário de Educação de Natal e do Rio Grande do Norte. Ocupou também o cargo de secretário de Assuntos Federativos, no governo de Fernando Henrique Cardoso.

Ruben Figueiró lembrou ainda que João Faustino Ribeiro foi deputado federal, época em que se conheceram, em 1979. E que o colega chegou a assumir por duas vezes o mandato de senador, como suplente.

- O nosso João Faustino, um homem bom, reconhecido indistintamente pelo povo de sua terra como 'João do Coração', foi um lutador incansável pela educação e pelo desenvolvimento regional. Era um municipalista, tinha uma visão acurada da realidade brasileira, tinha um atinado senso político, era um intelectual na verdadeira acepção da palavra - declarou.

Em aparte, o senador João Agripino (DEM-RN) lembrou que João Faustino era seu primeiro suplente e teve uma atuação política que orgulhava o povo potiguar. Já o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) disse que a lembrança de Faustino permanecerá viva entre todos que acreditam na política como caminho para construção da justiça e da liberdade.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

SENADO

Projeto que afrouxa regras para partidos pode ser votado hoje

Confira o seu astral para esta terça-feira
OSCAR QUIROGA

Confira o seu astral para esta terça-feira

CORREIO DO ESTADO

Confira o editorial desta terça-feira: "Soluções para a saúde"

ARTIGO

Gilson Cavalcanti Ricci: "Taiga siberiana, a maior floresta do mundo"

Advogado

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião