Figueira topa conversar sobre retorno de Loco

Figueira topa conversar sobre retorno de Loco
07/09/2012 11:30 - band


Emprestado pelo Botafogo ao Figueirense, o atacante Loco Abreu atuou em poucos jogos com a camisa do time catarinense - uruguaio disputou seis partidas – e demonstra insatisfação com a situação do time no Campeonato Brasileiro. O jogador estaria interessado em retornar ao Rio de Janeiro e voltar à vestir a camisa do Alvinegro carioca. O gerente de futebol do Figueira, Chico Lins, revela que se houver interesse do Botafogo, o atacante poderá retornar ao clube carioca.

Mesmo atuando pouco pelo clube catarinense, Loco Abreu tem o apoio da diretoria do Figueira, mas sua sequência de lesões preocupa. “Aqui não existe nenhum descontentamento com o Loco, o que realmente preocupa é que ele atuou em poucos jogos. Ele se machucou duas vezes”, comentou Chico Lins.

O uruguaio tem seus laços ligados ao Alvinegro e até corre risco de ser punido por isso. No confronto entre Figueirense e Flamengo, realizado no dia 30 de agosto, no Orlando Scarpelli, o atleta provocou a torcida flamenguista beijando o escudo do Botafogo, fato que gerou ira da torcida adversária. Tal atitude pode valer até seis jogos de punição ao atacante, que será julgado pelo STJD no dia 11 de setembro.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".