Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quinta, 13 de dezembro de 2018

SENAR

Figo tem boas condições de cultivo em MS

10 ABR 2011Por da redação06h:00

O clima de MS é excelente para o cultivo do figo. O fruto produz muito bem aqui, mas falta investimento e conhecimento. É neste ponto que entra a qualificação oferecida pelo Senar/MS. A afirmação do educador do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/MS), Carlos Alberto Salgueiro, demonstra a importância do estímulo oferecido pela instituição por meio de cursos de capacitação, em especial o de cultivo de figo, que segundo ele é uma alternativa rentável para o produtor do Estado. O município de Antônio João recebe já na próxima semana, de 12 a 15 de abril, o curso de “Plantio e manejo de pomar - cultivo do figo”.

No curso, os alunos aprenderão a desenvolver a forma correta para a implantação e o manejo do pomar, utilizando as técnicas adequadas para o cultivo de figo. De acordo com a programação, os participantes terão aulas sobre escolha da área para plantio, espaçamento e demarcação, correção e adubação, seleção de mudas, tratos culturais, entre outras. “A poda é uma prática muito importante nessa atividade. A quantidade de frutos da figueira depende da época e a maneira como é realizada a poda”, destaca Salgueiro.

A principal produção de figo do País está concentrada no estado de São Paulo, principalmente no município de Valinhos. Segundo Carlos Alberto, em Mato Grosso do Sul existem alguns focos de produção e duas fábricas de doce de figo, localizadas em Dourados e Campo Grande. Para o educador do Senar/MS, produzir figo maduro para abastecer o mercado local pode ser uma boa alternativa para quem pretender entrar no ramo. “É preciso investimento e conhecimento sobre o mercado”, resume.

Segundo Carlos Alberto, o setor de industrialização do figo é um mercado com grande demanda, porém, carente de fornecedor local. “O produtor também tem a opção de investir na industrialização, na fabricação de doces em compota. Se ele precisar de qualificação nessa área, o Senar/MS também oferece cursos para isso”, citou.

Planta de clima subtropical e folhas caducas (que caem durante uma época do ano), a figueira se desenvolve tanto em regiões subtropicais quentes ou em climas temperados. Os figos podem ser colhidos o ano inteiro, principalmente entre os meses de outubro a maio.

Os frutos podem ser aproveitados em diferentes estágios de maturação. Quando ainda estão verdes, os figos são perfeitos para a confecção de doces em compotas, já os maduros são ideais para o consumo in natura. Atualmente, o produtor recebe, em média, R$ 0,60 por kg do produto.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também