sexta, 20 de julho de 2018

indústria

Fiems afirma que setor gerou 41% dos 25,3 mil empregos no Estado

30 OUT 2010Por Carlos Henrique Braga01h:50

A indústria gerou 41% dos 25,3 mil empregos criados em Mato Grosso do Sul até setembro deste ano, total de 10,3 mil vagas, segundo o Radar da Federação das Indústrias (Fiems), com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho . É um recorde histórico, segundo o presidente da instituição, Sérgio Longen. “Nunca criamos tantas vagas, e o desenvolvimento do Estado deve continuar quebrando recordes nos próximos anos”, prevê. Construção civil, usinas de álcool e açúcar e fábricas de papel e celulose são as maiores promessas.

No período, segmentos menos acelerados também contribuíram com o aumento nas vagas de emprego: serviços (8,3 mil), agropecuária (3,6 mil) e comércio (2,9 mil). No mês passado, os 601 novos postos de trabalho na indústria concentraram-se na construção civil (277) e na  transformação (251).

O Índice de Evolução do Emprego Formal, criado pela federação, cresceu 166,5 pontos desde 2005, ano base da pesquisa. O número mostra ampliação em 66,5% no estoque de empregos no setor secundário desde então. O de serviços cresceu 38,9% no mesmo tempo (138,9 pontos), seguido de comércio, com 26,5% (126,5 pontos); agropecuária, com 17,6% (117,6 pontos); e administração pública, que apresentou 12,5% de alta (112,5 pontos). No Estado, a evolução foi de 30,9% (130,9 pontos). (CHB)

Leia Também