Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

Opinião

Fidel diz que o mundo está num beco sem saída

16 MAR 2011Por Uol13h:10

O líder cubano Fidel Castro alertou nesta terça-feira que o desastre nuclear no Japão e a complexa situação no mundo árabe mostram que o capitalismo está levando o mundo a um beco sem saída.

"O sangue dos povos árabes será derramado em benefício das grandes transnacionais dos Estados Unidos, enquanto que os desastres nucleares de Japão multiplicam a resistência dos povos à proliferação das usinas nucleares", escreveu Fidel em uma nota publicada na imprensa local.

Em seu artigo intitulado "Os desastres que ameaçam o mundo", o ex-presidente cubano afirma que "os preços do petróleo alcançarão limites imprevisíveis à medida que as guerras desatem nas áreas de maior produção".

"O esbanjamento e as sociedades de consumo capitalistas em sua fase neoliberal e imperialista estão levando o mundo a um beco sem saída, onde a mudança climática e o custo crescente dos alimentos levam milhões de pessoas aos piores índices de pobreza", afirma Fidel em seu artigo, em que também comenta a recente tragédia vivida pelo Japão.

Leia Também