Campo Grande - MS, domingo, 19 de agosto de 2018

Revolta

Fidel diz que discurso de Obama é tosco e uma ofensa à inteligência

23 MAR 2011Por AFP21h:50

O líder cubano Fidel Castro criticou nesta quarta-feira a "insólita aliança entre milionários e famintos" proposta pelo presidente Barack Obama para a América Latina, e classificou seu discurso de tosco e insulto à inteligência.
 

"Os bem informados - aqueles que conhecem, por exemplo, a história deste hemisfério, suas lutas ou, inclusive, apenas a do povo de Cuba defendendo a Revolução contra o império (...) com certeza se assombrarão com sua proposta", afirma Fidel em mais um artigo publicado na imprensa local.


Em seu artigo "As verdadeiras intenções da Aliança Igualitária", o líder comunista disse ter acompanhado as "peripécias e aventuras" de Obama durante sua visita à América Latina.
"A verdadeira razão do maravilhoso discurso de Obama se explica de forma indiscutível por meio de (...) suas próprias palavras (no Chile): 'A América Latina vai se tornar cada vez mais importante para os Estados Unidos, especialmente para nossa economia".
 

Fidel define ainda Obama como "um bom alinhavador de palavras", mas dono de "um discurso tosco", que é "um insulto à inteligência humana".
 

Leia Também