Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

recorde

Fiat volta a liderar venda de carros no Brasil no 1º trimestre

2 ABR 2011Por jornalfloripa02h:34

A Fiat liderou as vendas de automóveis e comerciais leves no primeiro trimestre do ano, com uma participação de 22,1% do mercado brasileiro. A montadora italiana fechou 2010 na primeira colocação pelo nono ano seguido.

De acordo com os dados da Fenabrave (federação das concessionárias) divulgados nesta sexta-feira, a Volkswagen --que estava no topo no bimestre-- aparece logo em seguida, com uma fatia de 21,5%.

As norte-americanas GM e Ford ocupam a terceira e a quarta posições, com 18,4% e 9,6%, respectivamente.

No ranking de automóveis nos três primeiros meses do ano, o Gol (VW) mantém a primeira posição que ocupa há 24 anos, com 68.542 carros emplacados.

As vendas de automóveis e comerciais leves novos no país cresceram 11,6% em março no comparativo com fevereiro, contabilizando 288,8 mil carros emplacados.

Já no confronto com o mesmo intervalo em 2010 (337,4 mil), que teve um impulso nas vendas com a corrida dos consumidores às concessionárias para aproveitar os últimos dias de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) reduzido, houve recuo de 14,4%.

NOVO RECORDE

No acumulado do primeiro trimestre, as vendas apresentaram acréscimo de 3,6% ante igual período no ano passado, com o licenciamento de 777,7 mil unidades, batendo novo recorde para o período.

No entanto, para Ayrton Fontes, consultor especializado no segmento de varejo de veículos, a redução no ritmo de expansão nos licenciamentos mostra que "a crise é silenciosa e está se intensificando".

Segundo ele, "o retorno nos financiamentos sempre foi um grande ganho, pois as taxas de juros sempre foram ´carregadas´ para os bancos pagarem o retorno desses financiamentos aos seus clientes concessionarios".

Após as medidas tomadas pelo Banco Central no final do ano passado para conter o crédito para veículos, acrescenta, "a prática foi diminuindo e hoje poucos bancos ainda timidamente oferecem esse beneficio".

"A simples venda do veículo não proporciona nenhuma margem de lucro, pois a concorrência acirrada baliza os precos pelo custo", afirma. Para ele, a exceção ainda são os carros coreanos e chineses, nos quais, ressalta, não há "concorrência predatória" por haver poucas lojas em operação no país.

RECALL

No mês passado, entrou em vigor a regra que obriga a inclusão, no Renavam, de informações sobre o comparecimento dos veículos a um recall. O objetivo da medida é elevar a quantidade de proprietários que atendem ao chamado, fazendo o reparo identificado pela montadora.

Cerca de 40% dos veículos não comparecem ao recall, segundo estimativa do DPDC (Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor), ligado ao Ministério da Justiça.

Venda de automóveis no 1º trimestre
1º - Gol (VW) - 68.542
2º - Uno (Fiat) - 61.520
3º - Fox/Cross Fox (VW) - 36.458
4º - Celta (GM) - 32.202
5º - Corsa Sedan (GM) - 27.525
6º - Siena (Fiat) - 24.816
7º - Palio (Fiat) - 23.283
8º - Fiesta (Ford) - 22.935
9º - Agile (GM) - 18.815
10º - Voyage (VW) - 17.839

Leia Também