Domingo, 18 de Fevereiro de 2018

CULTURA

Festival temático une arte e educação

1 DEZ 2010Por OSCAR ROCHA00h:10

Durante alguns meses alunos e professores de 16 escolas da Capital, entre privadas e públicas, ensaiaram continuamente para montarem seus espetáculos teatrais. Desde segunda-feira, o resultado desse trabalho pode ser visto pelo público da Capital nos períodos da manhã e da tarde no Sest Senat – Rua Raul Pires Barbosa, 1752 – Chácara Cachoeira. Trata-se da final do 1º Festival Estudantil Temático – Teatro para o Trânsito de MS (Fetran). O projeto iniciou há 7 anos, em Mato Grosso, organizado pela Polícia Rodoviária Federal.

Depois a ideia foi sendo implantada em outros pontos do País. Atualmente, acontece no Espírito Santo, Rio de Janeiro e tem a previsão de ser implantada em outros estados.
A intenção é de que a questão do trânsito seja destacada de forma lúdica e informativa por crianças e adolescentes. O festival está  dividido em 3 categorias: infantil (do pré-escolar ao 5º ano); infanto-juvenil (até o 9º) e juvenil (ensino médio). Trinta nove instituições de ensino se inscreveram em Campo Grande. Cada escola tinha um coordenador, que participou de uma oficina, recebendo orientação sobre encenação teatral, iluminação, cenário, figurino. De volta à escola, o coordenador repassou as informações aos alunos, iniciando a produção do espetáculo. A outra etapa foi o registro da montagem em vídeo, que, depois, foi enviada à comissão selecionadora. “Inicialmente, seriam escolhidos 15, mas houve um empate e tivemos que aumentar o número de participantes”, explica a diretora de Habilitação e Educação de Trânsito do Detran MS, Elizabeth Félix da Silva. O Detran organiza o evento ao lado da PRF.

Cada espetáculo tem tempo médio de 30 minutos, sendo que na categoria juvenil, as produções podem ser encenadas em 40 minutos. Na categoria infantil estão na disputa Colégio Osvaldo Tognini, Escola Ativa Idade, Escola Municipal  Dr. Tertuliano Meirelles, Escola Curumim e Associação Tagarela. Na infanto-juvenil estão Escola  Municipal  Profº Wilson Taveira Rosalino, Escola  Municipal Etalívio Pereira Martins,  Escola Ativa Idade, Escola Municipal Nazira Anache, Instituto de Educação Paulo Freire e Colégio Osvaldo Tognini. Na juvenil, Escola Estadual José Barbosa Rodrigues, Escola Estadual Joaquim Murtinho, Senac,  Escola Estadual 26 de Agosto e  Colégio Nossa Senhora Auxiliadora.

Para Ademilson Souza Benitez, que participa da comissão organizadora pela PRF, a iniciativa tem obtido êxito em todos os pontos em que está sendo realizado, destacando a conscientização do trânsito e também cultura, já que as produções são feitas levando-se em conta critérios artísticos. Outro aspecto destacado por ele é a abrangência da proposta, atingindo vários públicos. “Não é somente o estudante que recebe informação, os pais e demais pessoas da comunidade também”.

O anúncio dos espetáculos vencedores acontecerá na sexta-feira, às 8h, na Praça do Rádio Clube. Os primeiros colocados em cada categoria receberão notebooks e a escola materiais para desenvolvimento de projetos educacionais. Haverá premiação, em cada categoria, para o Melhor ator, atriz, texto e figurino. No evento, também será anunciada a edição do próximo ano do projeto, quando o evento também acontecerá em outras cidades de Mato Grosso do Sul. Os espetáculos vencedores passarão a ser apresentados em eventos especiais do Detran.

Leia Também