Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

domingo, 17 de fevereiro de 2019 - 13h01min

Fernando Lugo cobra extradição de paraguaios

4 MAI 10 - 07h:47
O presidente do Paraguai, Fernando Lugo, disse ontem durante entrevista coletiva no Centro de Convenções de Ponta Porã, durante evento que contou com a presença do presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva, que vai continuar buscando provas para convencer o Brasil a extraditar três paraguaios que vivem asilados no País e que supostamente estariam envolvidos com a facção guerrilheira Exército do Povo Paraguaio (EPP).

Conforme o governo paraguaio, Juan Arrom, Anuncio Marti e Victor Colman são soldados do EPP e ameaçavam a estabilidade do país. Foi montada uma operação para tentar prender os três supostos guerrilheiros que acabaram fugindo para o Brasil, onde conseguiram asilo sob alegação de que estariam sofrendo perseguição política.

Lugo disse que as investigações realizadas em seu país apontam que Arrom, Martim e Colman estão envolvidos com as ações guerrilheiras do EPP. “Mas estamos juntando novas provas para convencer o governo brasileiro da importância da extradição deles. Mas fazemos esse pedido respeitando a decisão da justiça brasileira que é totalmente soberana”.

Por outro lado, o presidente Lula foi questionado da decisão de não autorizar a extradição dos acusados, já que são cidadãos paraguaios. Lula disse que pelas investigações feitas pelas autoridades brasileiras não foram adquiridas provas de que os três estejam envolvidos com a facção guerrilheira. “O que foi apresentado até agora não é suficiente nem prova que estejam envolvidos com qualquer atentado. Se conseguirem mais provas faremos nova análise”. (EJA)
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Crianças são encontradas mortas em desabamentos após temporal
INTERIOR SP

Crianças são encontradas mortas em desabamentos após temporal

PREÇOS DOS COMBUSTÍVEIS

Após três quedas seguidas, gasolina volta a subir em Campo Grande

Etanol apresentou redução e diesel ficou estável, segundo ANP
Candidatos chegam mais cedo por preocupação com mudança no horário
CONCURSO PÚBLICO

Candidatos chegam mais cedo por preocupação com horário

Em janeiro, 490 empresas foram abertas em Mato Grosso do Sul
ECONOMIA REGIONAL

Em janeiro, 490 empresas foram abertas em Mato Grosso do Sul

Mais Lidas