Campo Grande - MS, sexta, 17 de agosto de 2018

DEBATE

Fernando Henrique será chamado a falar sobre descriminalização do uso de drogas

1 JUN 2011Por AGÊNCIA BRASIL13h:26

O ex-presidente e sociólogo Fernando Henrique Cardoso será convidado a discutir a descriminalização do uso de drogas na Comissão de Assuntos Sociais (CAS). Apresentado pela senadora Ana Amélia Lemos (PP-RS), o requerimento foi aprovado pela comissão na reunião desta quarta-feira (1º). Uma segunda proposta aprovada, a pedido do senador Cícero Lucena (PSDB-PB), inclui no debate a ser agendado o deputado Paulo Teixeira (PT-SP).

Assim como Fernando Henrique, o deputado também vem se destacando pela defesa de nova estratégia de combate aos entorpecentes. A ideia é retirar da esfera penal o usuário de qualquer droga, descriminalizando o uso e a posse e, assim, esvaziar o poder econômico do tráfico. Em relação à maconha, a ideia é regulamentar o consumo.

Fernando Henrique é o apresentador do documentário Quebrando o Tabu, que começa a ser exibido nos cinemas nesta semana. No filme, ele e os ex-presidentes Bill Clinton e Jimmy Carter, dos Estados Unidos; César Gaviria, da Colômbia, além de Ernesto Zedillo, do México, reconhecem que falharam em suas políticas de combate às drogas.

O ex-presidente brasileiro também integra a Comissão Global de Políticas sobre Drogas. A entidade, que reúne figuras notáveis de 15 países, lançaránesta quinta-feira (2) um relatório em que será proposta a nova estratégia de enfrentamento das drogas. O documento será entregue a representante da Organização das Nações Unidas (ONU).

As posições de Fernando Henrique e de outros especialistas, favoráveis e contrários à descriminalização das drogas, foi também assunto de ampla reportagem no programa Fantástico, no domingo (29). No Senado, diversos senadores repercutiram o assunto nesta semana.

A senadora Ana Amélia Lemos fez questão de lembrar que já havia sugerido a vinda de Fernando Henrique para audiência sobre o tema antes da comentada reportagem do Fantástico. Ela é autora de requerimento com o mesmo objetivo aprovado em 10 de maio pela Subcomissão Temporária de Políticas Sociais sobre Dependentes Químicos de Álcool, Crack e Outras Drogas, que funciona no âmbito da CAS e que é presidida pelo senador Wellington Dias (PT-PI).

Leia Também