Campo Grande - MS, domingo, 19 de agosto de 2018

Compras

Feriado de Páscoa lota o comércio da fronteira

26 ABR 2011Por DA REDAÇÃO10h:09

O feriado de Páscoa surpreendeu a fronteira com uma movimentação acima do normal. Embora neste período o comércio local espere sempre um aumento em suas vendas, estimado em 40% em relação ao ano passado, vários fatores este ano foram favoráveis, o principal deles, a queda de dólar perante o real, que atraiu mais de 30 mil turistas à região de fronteira.

A publicitária Carmem Rodrigues, 42 anos, preferiu fazer suas compras na Páscoa devido à correria do dia-a-dia, e como todo bom brasileiro, deixou para última hora seus compromissos. Sobre os preços encontrados no comércio fronteiriço, ela não escondeu que o que a atraiu foram os preços. “Estão fantásticos os preços aqui, fiz ótimas compras neste feriado”, explica.

De acordo com a diretora de Marketing do Shopping China, Mirta Alvarenga, desde o inicio da Semana Santa passaram pelo shopping mais de 20 mil pessoas, aumento de 80% se comparado com o mesmo período do ano passado. Este fator, segundo ela, se deve à variedade de produtos. São mais de 150.000 itens oferecidos, principalmente chocolates, grandes atrativos para esta época do ano.

No shopping o ovo de chocolate esteve em média 60% mais barato que no lado brasileiro, sem contar a grande variedade de chocolates importados que a loja oferece para os mais diversos paladares. Mirta enfatiza que além dos preços baixos, qualidade e garantia nos produtos é outro fator importante. Ela lembra que pelo terceiro ano consecutivo o Shopping China foi eleito a ‘Melhor Loja de importados das Américas’ e que em setembro vai concorrer ao prêmio a nível mundial em Cannes, na França.

“Tudo isso comprova que cada dia mais a empresa confirma sua consolidação no ramo de importados junto aos nossos clientes e fornecedores. Sempre incentivamos nossos clientes para que legalizem suas compras junto à Receita Federal brasileira, para que tenham um bom retorno às suas casas”, conclui.

Com informações do Mercosul News

Leia Também