Domingo, 25 de Fevereiro de 2018

Feriadão provoca novo apagão aéreo e lota rodoviária

10 OUT 2010Por 01h:40

Apagão aéreo sofrido nos principais aeroportos do Brasil ontem, início do feriadão, teve reflexos em Campo Grande com atrasos que atingiram 12 voos por aqui. A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) divulgou que, de cada quatro voos programados para sair ou chegar a aeroportos brasileiros na manhã deste sábado, um atrasou. O motivo seria o movimento nos aeroportos, neste feriadão, 9% maior do que o registrado na mesma data no ano passado.
O caos teve pico na manhã de ontem, quando a companhia aérea Gol teve atrasos registrados em 114 dos 302 voos programados (37,7%) para o país e a TAM, com 80 atrasos dos 332 voos marcados (24,5%). Os atrasos causaram efeito em cascata e os passageiros que tentavam embarcar em voos do Aeroporto Internacional de Campo Grande tiveram de esperar um tempo médio de 30 minutos.
De acordo com informações da Infraero local, não houve pane em equipamentos ou qualquer outro problema registrado em Campo Grande, alegando que os problemas registrados neste sábado tiveram origem exclusivamente no reflexo nos atrasos em outros aeroportos. A situação deveria ser normalizada durante a tarde.

Rodoviária
O Terminal Rodoviário de Campo Grande registrou movimento intenso neste sábado, com picos de 60% a 70% além do que é registrado em dias normais. De acordo com a supervisão da rodoviária, foram colocados 39 ônibus extras neste sábado para conseguir atender à demanda neste começo de feriado.
A Agência Municipal de Transporte e Trânsito de Campo Grande (Agetran) organizou esquema especial para coordenar o trânsito na Avenida Gury Marques por conta do fluxo maior de carros nas imediações da rodoviária.
Não foram registrados acidentes graves no local, assim como não houve prisão de pessoas ou apreensão de entorpecentes no terminal. A única lei que parecia ser desrespeitada era a Lei Antifumo, uma vez que muitas pessoas fumavam no local. A legislação vigente em Campo Grande proíbe as pessoas de fumar em locais de uso coletivo, mesmo que tenham apenas uma parede ou telhado.   

Rodovias
Também nas rodovias de Mato Grosso do Sul houve grande fluxo de carros por conta do início do feriadão. No saída de Campo Grande, para o trecho da BR-163, o que mais incomodou os motoristas foi o congestionamento  por conta de obras de recapeamento na pista. A espera chegou a ser de 20 minutos, uma vez que o trânsito só podia fluir em um sentido. (MR)

Leia Também