FELPUDA

Felpuda

Felpuda
23/01/2020 00:00 - Ester Figueiredo


Apesar de viver em constante crise financeira, instituição beneficente mantém um grupo de nove funcionários com salários, digamos, “um tanto quanto”. O “ponto inicial” é de R$ 8.679, 52 e o “ponto final” alcança os R$ 18.044,09. Os “colaboradores”, que exercem funções de liderança, têm direito também a gratificações, que variam de percentual, sobre o salário efetivo. O quadro é formado por mais de três mil pessoas. Haja grana!
Ester Figueiredo

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".