Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

FELPUDA

Felpuda

Felpuda
19/10/2019 00:00 - Ester Figueiredo


A coisa funcionou da seguinte forma, em recente caso: telefonema foi dado para “barnabé” graduado, que ouviu o “singelo pedido” para arrumar uma vaga em determinada autarquia. A contemplada participou da conversa e, ainda, fez questão de escolher a filial mais próxima de sua residência. Como diria vovó: “Quem tem padrinho não morre pagão!”.
E sai de baixo...
Ester Figueiredo

Felpuda


Figurinha começou a respirar aliviada, embora ainda esteja na corda bamba. Isso porque mudou de mãos o processo cuja sentença poderá mandá-la para casa definitivamente. Assim, pela “jurisprudência” com a qual o “analista” é conhecido, pode ser que o resultado seja bastante favorável, permitindo que a então desesperada pessoa continue com o assento em Brasília. Vamos ver!