Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

FELPUDA

Felpuda

Felpuda
25/05/2019 00:00 - Ester Figueiredo


As práticas incomuns de empresas que assinam contratos de outorga onerosa com o poder público, geralmente de 20 a 30 anos, devem ser repensadas para que os calotes ou o desrespeito às cláusulas estabelecidas não se tornem rotina, disse experiente advogado. Diante dos últimos acontecimentos, envolvendo vários setores, a conta não paga pelos responsáveis também não o é pelos administradores ou pela classe política, e sim pela população.
Ester Figueiredo

Felpuda


As conversas vêm acontecendo muito, mas muito reservadamente mesmo, e dão conta de que suplente poderá receber convocação, assumir a titularidade do cargo e por lá ficar por tempo indeterminado. Como é óbvio, tem gente jurando que nunca ouviu nem sequer falar sobre o assunto. O motivo não seria nada ligado a possíveis atos de irregularidades, mas sim por problemas de ordem pessoal.