FELPUDA

Felpuda

Felpuda
24/08/2017 00:00 - Ester Figueiredo


O acordo de delação premiada fechado pelo doleiro Lúcio Funaro, preso em Brasília, já está tirando o sono de alguns políticos de Mato Grosso do Sul. Ele era encarregado de pegar dinheiro da JBS e de outras empresas para dezenas de políticos do PMDB espalhados pelo País afora. Funaro era considerado “o cara” do então todo-poderoso ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha, preso em Curitiba. Assim sendo...
Ester Figueiredo

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".