Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

quarta, 20 de fevereiro de 2019 - 06h42min

Felipão não descarta possível retorno ao Palestra Itália

24 MAI 10 - 07h:16
São Paulo

Muito embora a diretoria do Palmeiras tenha anunciado no fim de semana que não espera contar com a volta do técnico Luiz Felipe Scolari, o treinador tratou de trazer de volta as esperanças alviverdes. Ontem, ele afirmou que ainda pode acertar com o Verdão. Um acordo, no entanto, só poderia ser confirmado após julho, quando já tiver definido sua situação de vida.

“Fico feliz de saber que o Palmeiras mais uma vez volta a ter confiança em mim e claro que ele poderá ter esperança no futuro. Neste momento, não posso e não vou definir nada”, afirmou Felipão. A diretoria do Verdão já havia confirmado os contatos com o técnico, que vai deixar o comando do Bunyodkor, do Uzbequistão.

Nos próximos dias, ele deve se reunir com a diretoria do clube para acertar a rescisão contratual. De acordo com Felipão, as partes chegaram a um acordo amigável, no qual ele vai deixar de treinar o Bunyodkor já a partir da próxima semana e não vai cobrar pelos seis meses restantes de contrato que já estavam acertados. Um acordo financeiro final é o que resta.

Além do Palmeiras, Felipão revelou ter sido procurado por outro outro grande clube brasileiro. “Fui procurado por dois grandes clubes brasileiros e respondi dessa forma, até porque não gosto de enganar ninguém para preservar um lugar onde eu não posso ir. A partir de 15 de julho em diante, estarei decidindo alguma coisa”, complementou o comandante.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Azambuja busca apoio para receber  R$ 1,9 bilhão da Lei Kandir
BRASÍLIA

Azambuja busca apoio para receber R$ 1,9 bi da Lei Kandir

Ministério deve negar aumento  de repasse à Santa Casa
UNIDADE DE TRAUMA

Ministério deve negar aumento de repasse à Santa Casa

Governo vai propor bônus  de 30% por ano de trabalho
SERVIDORES

Governo vai propor bônus
de 30% por ano de trabalho

CORREIO DO ESTADO

Confira o editorial desta quarta-feira: "Sistema perverso"

Mais Lidas