Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

BRAÇO DIREITO

Felipão e Murtosa, parceria perto do fim

Felipão e Murtosa, parceria perto do fim
07/04/2011 01:52 - r7


Luiz Felipe Scolari já disse que pretende trabalhar como treinador até 2014 e se aposentar no ano da Copa do Mundo no Brasil, quem sabe dirigindo alguma seleção no torneio. Se cumprir o planejado, é possível que Felipão faça seu último trabalho sem seu braço direito Flávio Murtosa.

- Eu penso em me aposentar. Acho que tu tens que fazer uma projeção na carreira. Eu tenho. Acredito que em um curto prazo eu vou parar. Mais um, dois anos, no máximo três.

Amigos e parceiros de trabalho há mais de 30 anos, Felipão e Murtosa já conversam sobre o momento de deixar o futebol, conta o auxiliar.

- Eu falo sobre isso com o Felipe, porque a gente tem que ser realista. Acho que estamos chegando no momento ideal de tomar um outro rumo. Cabe ao treinador saber seu limite de idade e de saúde para estar dentro do campo. É o que eu digo para o Felipe, estamos habituados com esse ritmo, mas não temos mais aquele pique.

Murtosa diz que sua intenção é se aposentar para poder ficar próximo da mulher e dos filhos. No entanto, reconhece que dificilmente conseguirá ficar longe do futebol.

- De repente fazer outro tipo de trabalho. Uma assessoria para clube, revelar jogadores, alguma coisa assim. Como diz um ditado gaúcho, cachorro comedor de ovelha, só matando. Não tem jeito.

O amor pelo futebol e a fidelidade de Murtosa a Felipão são tão grandes que é difícil acreditar que o auxiliar vá pendurar as chuteiras antes do amigo Scolari. Ou convence o treinador a deixar o futebol antes do planejado, ou atrasa seus planos para terminar a carreira na Copa do Mundo de 2014, ao lado do amigo.

Felpuda


A tal estratégia de jogar informações nas redes sociais com objetivo de prejudicar adversários está começando a gerar reações. Uma dessas figurinhas vai ter de explicar, na Justiça, o por quê de postagem trazendo suspeitas pesadas contra cabeça coroada, que não gostou nadica de nada de ver o seu nome sendo usado como “bucha de canhão” para fins eleitoreiros. Vem chumbo grosso por aí! E sai debaixo!...