Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

AMISTOSO

Felipão critica lobby antes de fechar convocação

Felipão critica lobby antes de fechar convocação
19/02/2014 18:08 - FOLHA PRESS


O técnico da seleção brasileira, Luiz Felipe Scolari, disse hoje que convocará na próxima segunda-feira os três ou quatro jogadores que atuam no Brasil para o amistoso contra a África do Sul, dia 5 de março, em Johannesburgo.

A primeira e maior parte da lista, com atletas que atuam fora do país, saiu na semana passada.

O técnico não adiantou nomes e fez questão de rejeitar atletas que estão sendo alvo de cogitações, como Alan Kardec, do Palmeiras, Adriano, do Atlético-PR, e Kaká, do Milan --que entrou na pauta após seu novo treinador, Seedorf, ter dito que conversou com Felipão sobre o meia.

"Mentira [que conversou com Seedorf sobre Kaká]. Todo mundo faz um pouquinho de lobby quando quer convocar um jogador", disse o treinador.

Ele também disse ser mentira que conversou com Antônio Lopes, que trabalha no Atlético-PR, sobre Adriano. Sobre Kardec, repetiu que há muito lobby em época de convocação. O técnico da seleção conversou com o treinador do Palmeiras, Gilson Kleina, sobre o rendimento do atacante em 2014.

No dia 11 de fevereiro, Felipão convocou 16 jogadores que atuam no exterior para o amistoso, último antes do anúncio da lista da Copa do Mundo, que será dia 7 de maio. Ele vai chamar na segunda-feira um goleiro e dois atacantes, um deste deve ser Fred, do Fluminense, recuperado de lesão.

"Nunca me preocupei com lesões. Pedi esse tempo para observar outros jogadores", disse o treinador.
 

Felpuda


Prefeitura de município do interior de MS recebeu recomendação do Ministério Público do Estado no sentido de exonerar servidores comissionados, livres do cartão de ponto, que são parentes de secretários da administração e de vereadores. O nepotismo se tornou um excelente “negócio” por lá, e se até o dia 6 de agosto as devidas providências não forem tomadas, medidas serão adotadas, como ação por improbidade administrativa. Tem gente que não aprende mesmo, né?