terça, 14 de agosto de 2018

IMÓVEIS

Feirão espera movimentar R$ 450 milhões

26 MAI 2011Por da redação10h:43

O 7º Feirão da Casa Própria promovido pela Caixa Econômica Federal foi aberto ontem à noite pelo prefeito Nelsinho Trad. O feirão imobiliário ficará aberto ao público até o dia 28 de maio, das 9 horas às 21 horas, no Armazém Cultural. Mais de 30 imobiliárias e construtoras estão presentes no evento. Para esse ano, a expectativa é de negociação de aproximadamente R$ 450 milhões.

Segundo o superintendente da Caixa Econômica Federal, Paulo Antunes de Siqueira, o negócio imobiliário em Campo Grande tem aumentado significativamente, daí a ideia de colocar, em um mesmo ambiente, os diversos agentes do mercado imobiliário. “Neste ambiente, temos quem tem o produto, o banco para fazer o financiamento durante o dia e à noite. Aqui, será produzido o maior volume de negócios do Estado de Mato Grosso do Sul”, enfatizou Paulo Antunes ao agradecer a cedência do espaço pela prefeitura.

“O feirão imobiliário é muito importante para a sociedade por sua praticidade. Na correria do dia-a-dia, nós temos que facilitar e deixar as coisas mais ágeis para o consumidor, que está buscando fazer seu investimento e realizar seu sonho e está idéia do feirão tem dado certo e batido recorde de vendas ano após ano”, considerou o prefeito ao cumprimentar os 150 corretores e 46 expositores, que irão comercializar três mil imóveis. A previsão é de que o evento recebe um público de 20 mil pessoas.

O prefeito destacou a importância da participação do secretário geral da Presidência da República, José Claudionor e do assessor nacional da Presidência, José Mauro. “Toda vez que vamos à Brasília, eles abrem as portas para nós que buscarmos cada vez mais recursos para construir casa própria para a população da Capital e do Estado de Mato Grosso do Sul”, observou Nelsinho ao destacar o bom entrosamento entre a Prefeitura, Governo do Estado e a Caixa Econômica Federal.

O evento foi prestigiado pelo secretário de Estado de Habitação, Carlos Marum; o presidente da Agência Municipal de Habitação, Paulo Matos; a vereadora Tháis Helena, o secretário municipal de Governo e Relações Institucionais, Rodrigo de Paula Aquino; o presidente do Secovi, Marcos Augusto Neto; o vice-prefeito Edil Afonso Albuquerque e o presidente do Crea-MS, engenheiro Jary Castro.

Leia Também