Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Federal confirma envolvimento de três em extorsão de empresário

Federal confirma envolvimento de três em extorsão de empresário
02/02/2010 23:34 - CÍCERO FARIA,


A delegacia da Polícia Federal em Dourados confirmou ontem, em nota oficial, a prisão em flagrante, na tarde de sexta-feira, de um motorista da Receita Federal, que se fazia passar por auditor, pela extorsão de R$ 12 mil do um empresário douradense. Duas outras pessoas estão envolvidas no golpe, mas os seus nomes também não foram divulgados. O crime foi descoberto após a vítima acionar a Federal, que prendeu em flagrante o funcionário da Receita. O motorista, que se passava por auditor, foi flagrado quando saía de um escritório de contabilidade com a quantia extorquida. Com a prisão dele, a PF chegou aos outros dois envolvidos. A intenção era fazer o empresário pagar R$ 50 mil para que não fosse denunciado por supostas irregularidades em impostos e no depósito da empresa. Mas a vítima conseguiu negociar e o valor extorquido foi reduzido para R$ 12 mil. O golpe, segundo o preso, citado pela Polícia Federal, foi arquitetado pelo próprio contabilista que prestava serviço à empresa, com informações dos sistemas da Receita Federal, para “coagir” a vítima a fazer o pagamento sob ameaças de fiscalização. De acordo com a vítima, também participou da extorsão um agente da Polícia Federal em Dourados, já identificado e indiciado. Foi instaurado procedimento disciplinar contra ele. A sua conduta, no âmbito administrativo, é punível com a pena de demissão. Dos três presos, apenas o motorista permanece no xadrez da PF. Os outros dois foram ouvidos e liberados. O inquérito será remetido à Justiça Federal.

Felpuda


Pré-candidato pode estar sendo “fritado” sem ao menos perceber. Redes sociais que têm estreitas ligações com ex-cabecinhas coroadas e que prometeram apoio estão enaltecendo que só certo pré-candidato de outro partido. Quem conhece as ditas figurinhas de, digamos, outros carnavais, acredita que está em curso operação sorrateira para mudar internamente os rumos da futura campanha. Trocando em miúdo: ceder a cabeça de chapa.