Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

FUNCIONAMENTO

Fecomércio e Famasul apoiam ampliação do horário da Jucems

2 MAR 11 - 14h:20da redação

A reivindicação da Fiems para que a Jucems (Junta Comercial de Mato Grosso do Sul) passe a funcionar em horário comercial, das 8 às 11 horas e das 13 às 18 horas, ganhou o apoio da Famasul e Fecomércio, que consideram problemático o fato de a repartição abrir somente das 7h30 às 13h15. Na segunda-feira passada (28/02), o presidente da Fiems, Sérgio Longen reforçou a reivindicação durante a primeira reunião do ano da Jucems realizada no auditório do 6º andar do Edifício Casa da Indústria.

Para o presidente da Famasul, Eduardo Riedel, a reivindicação da Fiems tem o apoio integral do setor agropecuário, pois o fato de a Jucems operar apenas no período da manhã acaba por restringir a plena utilização dos serviços da repartição estadual. “É importante que a Junta Comercial funcione em período integral, não só para o empresário, mas também para a sociedade em geral. Tudo que possa contribuir para o desenvolvimento do Estado tem de ser efetivado”, destacou.

O presidente da Fecomércio, Edison de Araújo, pontua que, quanto mais tempo a Jucems permanecer com as portas abertas, melhor será para o empresário em geral. “Na minha opinião, assim como na opinião da maioria dos empresários do Estado, todos os órgãos públicos deveriam funcionar em horário comercial, facilitando a vida de todos”, analisou, acrescentando que o setor produtivo pretende levar a reivindicação até o governador André Puccinelli.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Setor externo tem déficit de US$ 1,134 bi em fevereiro, mostra BC
DADOS OFICIAIS

Setor externo tem déficit de US$ 1,134 bi em fevereiro, mostra BC

BRASIL

Lava-Jato reafirma que há razões para prisão de Temer, mas que respeita decisão

Loja de roupas é autuada por anunciar produtos a R$ 60 e vender a R$ 80
PROCON

Loja de roupas é autuada
por divergência de preços

Associação repudia pedido de Dodge parar tirar poder de juiz estadual
JUSTIÇA

Associação repudia pedido de Dodge parar tirar poder de juiz estadual

Mais Lidas